A data esquecida pelo Brasil

downloadAfinal de contas, 13 de maio é ou nãoa data em queaLei Áurea foi assinada? Sim, é sim… E porque hácerto repúdio e desinteresse das pessoas?Uma data que já foi considerada feriado nacional, mas que, aos poucos, vai sendo retirada da agenda escolar e caindo no esquecimento da população brasileira.

Em janeiro 2003, foi sancionada a lei nº 10.639 que instituiu o dia da consciência negra,comemorado no dia da morte de Zumbi dos Palmares. De acordo com alguns historiadores, em 20 de novembrode 1695, Zumbi dos Palmares foi morto após ter sido denunciado por um companheiro e capturado pelos portugueses, dando fim ao Quilombo dos Palmares, o maior do país, situado em Alagoas e chegou a abrigar mais de 30 mil negros.

A data 20 de novembro, celebração da consciência negra é tratada,por alguns,como oposição ao dia 13 de maio. Data esta, insinuada como vergonhosa,porter sido uma conquistameramente política e mercadológica. Para os que defendem esta tese acreditam que a Lei Áurea foi uma forma de os fazendeiros se verem livres dos seus escravos, e não, o inverso. Outro problema apontado é que, após abolição, não houve inserção dos escravizados nas escolas e, muito menos,ao trabalho.

E quanto ao Zumbi dos Palmares, descendente dos guerreiros Imbangalas,defendido por muitos,como Martim, e ícone da luta pela liberdade dos negros no Brasil.Será que Zumbi realmente merece ter a data da sua morte como dia da “consciência negra”?  Há correntes de historiadores que depõem contra a velha história contada nas escolas.

O historiador Ronaldo Vainfas e o jornalista e escritorLeandro Narloch descrevem Zumbi como autoritário e escravagista. Mandava capturar escravos de fazendas vizinhas para trabalhar no Quilombo dos Palmares. Sequestrava mulheres raras e matava aquelas que tentassem fugir. A vida no Quilombo dos Palmares não tinha nada de igualitário. Era dividida entre servos e reis. E ainda, alguns estudiosos narram que,ao contrário do que muitos pensam, Zumbi lutava apenas para não ser escravizado, não se importando com o seu povo.Assumiu o comando do Quilombo após o rei Ganga-Zumba ter sido envenenado.

A data 13 de maio foi um momento importante, independente dos bastidores e atributos políticos da época. Consolidou não apenas a abolição dos escravos, mas tambémconsagrou a luta de diversos grupos de dentro e fora do país. Homens e mulheres de diversas etnias que lutaram e morreram por esse ideal. E o que falarmos dos atos da Princesa Isabel, que antes de assinar a Lei Áurea,entregou 103 cartas de alforria, confrontando-se com o parlamento. Assumiu a regência do Brasil por três vezes: na prima aprovou a Lei do Ventre Livre e na terceira assinou a Lei Áurea.

O que devemos combater não é a data 13 de maio,mas, sim, a inadequação pedagógica proferida por professores maus preparados e livros ultrapassados que, em vez de ensinar, fomentam, ainda mais, o preconceito. São questões que devem ser corrigidas e aperfeiçoadas, mas não cabe a nós querer apagar a história, e, muito menos, criarmos do dia para noite um “John Wayne” acobertando os caubóis magros e desdentados do velho oeste.

Qual a corrente histórica correta? Poderíamoslistar, de ambos os lados, fatos positivos e negativos. Mas deixar de comemorar um marco oficial que institucionalizou uma nova perspectiva de vida é um erro. Esquecer o dia 13 de maio faz parte de umaestratégia para eximir uma parte da população da culpa. Deveria serdecretado feriado nacional ecomemorado nas escolas. A Lei Áurea não foi uma conquista apenas dosabolicionistas e do parlamento, mas, sim, de todo povo brasileiro. Uma vitória que pôs fim a um período que envergonhou a “raça humana”e que, por mais dolorosa que seja, possa nos servir de lição e reflexão.

Armando Mercadante Neto

Contato e sugestão de pauta: armandomercadanteneto@gmail.com

1 COMENTÁRIO

  1. É verdade! Mas não é apenas esta data que está sendo esquecida, mas também: Dia do Índio 19 Abril e dia da Arvore 15 de Março.
    O Índio com sua sabedoria e conhecimento está sendo explorado por Cientistas e Biólogos que vão para Amazônia apenas para saber sobre as plantas Brasileiras. Roubam seu conhecimento e patenteiam em seu país nossas plantas, raízes e ervas levando com eles nossa maior riqueza, a sabedoria dos índios e as plantas da nossa Amazônia.
    E porque não lembrar do dia da Arvore? Se a Amazônia é o pulmão do mundo, este mérito é por existirem!
    10 nota 10!! Por nos trazer a memória uma data tão importante que marcou a nossa história. Viva a lei Áurea!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here

*

code

Please enter your comment!