Após desembarque, Rollemberg exonera secretário indicado pelo PDT


O governador Rodrigo Rollemberg exonerou Gutemberg Gomes do cargo de secretário do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos do Distrito Federal. A demissão está publicada no Diário Oficial do DF desta terça-feira (17/10). A saída de Gomes, que havia sido indicado pelo presidente da Câmara Legislativa, o pedetista Joe Valle, ocorre menos de uma semana depois de o PDT desembarcar do governo.
Este é só mais um capítulo na crise entre o partido de Valle e Rodrigo Rollemberg. No domingo (15), o secretário-adjunto do Trabalho, Thiago Jarjour, preferiu deixar o PDT para permanecer no cargo. Em entrevista ao Correio, ele afirmou que o convite para ficar na pasta partiu do governador.
No anúncio da saída do PDT do governo, a legenda prometeu colocar à disposição todos os cargos preenchidos por indicação política. Na reunião, o presidente regional da sigla, Georges Michel, atribuiu a ruptura à dificuldade de diálogo com Rollemberg e falhas na gestão. “Tomamos a decisão de ter independência para nos posicionarmos. O GDF tem falhado na concretização do plano de governo. Com essa decisão, ficamos livres para realizar as cobranças”, colocou.
A secretaria, que engloba quatro subsecretarias de áreas diferentes, era loteada de cargos indicados pelo PDT. O próprio Joe Valle chefiou a pasta entre 2015 e 2016, e só deixou o posto para concorrer à presidência da Câmara Legislativa. À época da saída, em junho do ano passado, as rusgas entre ele e Rodrigo Rollemberg aumentaram, culminando na ruptura entre o partido e o governo.
Em entrevista coletiva nesta manhã, o governador não disse o porquê da exoneração, mas prometeu que nomeará um novo secretário, definitivo, a partir de “critérios técnicos”. Rollemberg comentou, porém, sobre a cisão entre a agremiação e o GDF. “O PDT já vinha votando em desacordo com o governo, como no caso do Instituto Hospital de Base e na reestruturação da previdência”, assinalou. O chefe do executivo também não descartou desmembrar a secretaria em pastas diferentes.
Com a saída de Gomes, entra, interinamente, Marlene Azevedo, até então secretária adjunta de Desenvolvimento Social. Procurado, o PDT não se pronunciou sobre a exoneração em si, apenas reforçou que, desde a saída do partido do governo, os cargos estão à disposição de Rollemberg.
Com informações de Ana Maria Campos

COMPARTILHAR
Artigo anteriorAlexandre de Moraes determina votação aberta sobre Aécio no Senado
Próximo artigoLuzia de Paula tem quatro projetos aprovados na CCJ
Consultor em Marketing Político; especialista em pesquisa de opinião pública; editor do Portal Conectado ao Poder; escreve a coluna On´s e Off´s, de segunda a sexta, no Jornal Alô Brasília; apresenta o programa Conectado ao Poder, aos sábados, das 6h às 8h, na Rádio 104,1 Metrópoles FM. É presidente da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*

code