Bancada do DF em busca de um coordenador

alberto fragaEstá cheia de cautelas a bancada do Distrito Federal no Congresso. É que, iniciado o ano legislativo precisa-se escolher seu coordenador, encarregado de definir as propostas comuns da unidade da Federação — basicamente as emendas orçamentárias — e batalhar por sua liberação. Qualquer um dos três senadores e oito deputados federais pode receber a missão. Este ano, quem surge como mais posicionado para ser coordenador é o veterano Alberto Fraga. O problema é que não apenas Fraga faz oposição ao Planalto como também tem dificuldades na relação com o governador Rodrigo Rollemberg, o que pode prejudicar a missão.

Quem pode, não quer. Quem quer, não deve

Rollemberg conhece bem a questão. Foi duas vezes coordenador da bancada — a missão costuma ter mandato de um ano — e conseguiu recordes na liberação de verbas. Caso o coordenador não seja Fraga, examinam-se os nomes dos deputados Augusto Carvalho, Izalci Lucas e Laerte Bessa. Partidário de Rollemberg e sem atritos com o Planalto, Augusto seria o mais indicado. Só que até agora não despertou qualquer interesse pela função. O único a manifestar empenho é o tucano Izalci.  Seu PSDB apoiou Rollemberg no segundo turno, mas Izalci faz forte oposição ao governo e a Dilma Rousseff.

Fonte: Jornal de Brasília – Coluna do Alto da Torre – Eduardo Brito

COMPARTILHAR
Artigo anteriorPrefeitura de Novo Gama divulga nota a imprensa
Próximo artigoExecutivo Nacional sem credibilidade, afirma Cristovam
Consultor em Marketing Político; especialista em pesquisa de opinião pública; editor do Portal Conectado ao Poder; escreve a coluna On´s e Off´s, de segunda a sexta, no Jornal Alô Brasília; apresenta o programa Conectado ao Poder, aos sábados, das 6h às 8h, na Rádio 104,1 Metrópoles FM. É presidente da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*

code