Bendine anuncia mudança nos contratos de fornecedores da Petrobras



20150428124027519818oModelo de carta convite para contratos gera riscos, afirma o presidente da estatal

O presidente da Petrobras, Aldemir Bendine avisou que vai mudar o processo de contratação de fornecedores. Ele esteve, na manhã desta terça-feira (28/4), em audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado Federal para explicar o balanço da companhia. Questionado pelo senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES) sobre os R$ 220 bilhões contratados na modalidade de convite, Bendine avisou que esse formato é muito arriscado.

“Não concordo com esse modelo de licitação de carta convite. Isso gera riscos”, disse. “Vamos fazer um modelo mais seguro e mais competitivo. O processo está em curso”, emendou Bendine, acrescentando que essa será uma das novidades do novo plano de negócios da companhia que será apresentado nos próximos 30 a 40 dias e que a abertura de concorrência entre empresas qualificadas para o processo. “Não tenho restrição para empresas nacionais ou estrangeiras, de forma que vamos dar preferencia para as locais. Com isso, a gente ajuda o desenvolvimento do país”, afirmou.

Bendine está respondendo as perguntas de senadores da CAE e da Comissão de Infraestrutura do Senado em audiência conjunta iniciada por volta das 10h20 para explicar os R$ 6,2 bilhões de prejuízos computados pela companhia com a corrupção nos contratos divulgados na semana passada. De acordo com o executivo, haverá mudança no processo de governança da companhia para as tomadas de decisão, com participação de técnicos da área para dar mais embasamento na estratégia da empresa. Ele reforçou que o programa de desinvestimento de R$ 13,7 bilhões até 2016 “não será suficiente para reduzir o elevado endividamento da companhia”, de R$ 351 bilhões, um dos mais elevados do mundo.

Fonte: Correio Braziliense

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*

code