BRASIL O PAÍS DO LIXÃO

ImageProxy.mvcO Brasil lamentavelmente não é um país sério, mais parece à historinha da Alice no País das Maravilhas, o que infelizmente é que, a cabeçuda da história, a Rainha Vermelha que é má, aqui no Brasil ela preside a nação.

Deixando as comparações de lado, o Brasil na vida real vive uma Política inoperante de Meio Ambiente, e que suas aparições internacionais não reflete o que se pratica no solo pátrio.

No final do Governo Luiz Inácio Lula da Silva foi aprovado um excelente projeto de lei que “criou” o Plano Nacional de Resíduos Sólidos, Lei 12.305/10, o Governo Federal determinou diretrizes de Gerenciamento de Resíduos Sólidos e os municípios tinham a obrigação de até agosto de 2013, criarem os seus Planos Municipais de Gerenciamento de Resíduos Sólidos, em 2011 quando fui Secretario Municipal do Meio Ambiente no município de Santo Antônio do Descoberto, elaborei e foi aprovado o nosso Plano Municipal de Gerenciamento de Resíduos Sólidos, e encerrei o lixão que a mais de 30 anos 11295629_1152711774754669_696507680432228627_nincomodava a todos os moradores da cidade, a gestão ambiental implantada naquele município me rendeu a maior condecoração da Assembléia Legislativa do Estado de Goiás, a Medalha do Mérito Pedro Ludovico Teixeira, oferecida pela Comissão de Meio Ambiente daquela Casa, infelizmente quando chegou agosto de 2014, ano eleitoral, como de costume, a IERRESPONSABILIDADE ADMINISTRATIVA DO GOVERNO FEDERAL prorrogou a data que determinava o encerramento dos lixões, os municípios que tiveram responsabilidade administrativa acabaram sendo punidos pelos municípios irresponsáveis, prorrogando assim uma excelente lei que resolveria os problemas da Destinação Final de Resíduos Sólidos, o encerramento de lixões à céu aberto.

No dia 1° de julho deste ano o Senado Federal deu a punhalada final nesta Lei que colocaria o Brasil no patamar dos países que combatem a Degradação do Meio Ambiente e o Aquecimento Global, lamentavelmente a Lei que veio para resolver o problema socioambiental hoje se encontra engessada pela vontade daqueles que deveriam ter responsabilidade com a nação doa a quem doer.

Lamentavelmente o Distrito Federal nunca se preocupou em resolver o seu maior problema ambiental, o lixão da Estrutural. Hoje cerca de oito toneladas de lixo são depositadas todos os dias no lixão da Estrutural. E só 3% deste montante são reciclados, e lamentavelmente a única atividade de reaproveitamento dos resíduos sólidos naquele que é o maior lixão a céu aberto da América Latina é feita pelos catadores, que de forma subumana trabalham naquela localidade expondo-se ao maior caos de saúde ambiental.

Neste instante chamo a atenção dos senhores senadores REGUFE, CRISTOVAM BUARQUE e HÉLIO JOSÉ onde se encontram Vossas Excelências que estão inertes a este, que a meu ver é o maior problema instalado no Distrito Federal? E que neste assunto, não cabem somente discursos que agradam aos ouvidos daqueles que não sabem e que nunca irão saber o que é um LIXÃO À CÉU ABERTO.

Governador RODRIGO ROLLEMBERG este é o momento de Vossa Excelência deixar o seu marco administrativo à frente do Governo do Distrito Federal, o Brasil sofre por carência de matriz energética e Vossa Excelência tem ao seu alcance a maior matriz energética da América Latina, O LIXÃO DA ESTRUTURAL que colocará o Distrito Federal na vitrine mundial.

ImageProxy.mvcAos senhores deputados distritais vamos dar as nossas mãos e celebrar o final do lixão da Estrutural e saibam todos, que este final do lixão não irá onerar os cofres públicos do Governo do Distrito Federal.
Vamos nessa?

Fernando Lobão

Consultor Ambiental

61-8419-5910 WhatsApp

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here

*

code

Please enter your comment!