Caiado apresenta titulares da Casa Civil, Procuradoria-Geral e Comunicação

Em coletiva de imprensa, governador eleito destacou predicados dos indicados e ressaltou perfil técnico do secretariado

O governador eleito de Goiás, Ronaldo Caiado (Democratas) anunciou, na última sexta-feira, 21, mais três novos auxiliares do próximo governo. Anderson Máximo comandará a Casa Civil, Juliana Pereira Diniz Prudente será a procuradora-chefe do Estado e o jornalista Vassil Oliveira estará à frente da Secretaria de Estado da Comunicação. 

Segundo o democrata, as indicações foram eminentemente técnicas, levando em conta a qualificação dos futuros auxiliares. “Nosso estilo é de dar poderes aos secretários, dar a eles condições, como especialistas que são, de trazerem sugestões e mudanças necessárias. É minha maneira de agir, depositando confiança e ao mesmo tempo cobrando resultados e eficiência do governo”, explicou.

Todos os três nomes foram escolhas pessoais do governador eleito, que vem analisando currículos, entrevistando e conversando com técnicos de cada área para chegar ao nome de cada pasta.

“Agradeço o apoio de todos que estiveram comigo na campanha eleitoral, que me deram total liberdade para que eu pudesse escolher meus secretários. Tem sido um exercício delicado, minucioso, mas ao mesmo tempo estou convencido que esse período todo que passei foi fundamental para construir o secretariado responsável pela grande mudança em conceito de gestão que implantaremos em Goiás”, asseverou.

Questionado sobre a escolha de alguns secretários que não são de Goiás, Caiado lembrou que o povo goiano é acolhedor e não discrimina nenhum tipo de pessoa. “Continuarei resistindo aos preconceitos. Muitos jornalistas que aqui estão não são goianos e foram muito bem acolhidos. Reafirmo: os goianos querem eficiência, resultado. Se o governo estivesse funcionando bem, eu não teria vencido eleição com 60% dos votos. Sociedade deseja mudança substantivas”, sentenciou.

Com os três nomes apresentados nesta sexta-feira, 21, chegam a 11 os auxiliares anunciados para o próximo governo. Caiado fez questão de reafirmar que não tem pressa em concluir a composição do secretariado, pois a situação caótica das contas públicas do Estado tem consumido boa parte de sua agenda.

“Estamos vivendo um processo dramático de crise fiscal. Impressionantemente, ninguém mais fala sobre isso, parece que está tudo em dia, todo mundo recebeu salário, parece que já pagaram o fundo de garantia dos servidores, a alimentação nos presídios, as Bolsas Universitárias, as organizações sociais… Como se tudo estivesse funcionando a mil maravilhas”, alertou.

De acordo com dados obtidos pela equipe de transição, o Orçamento deve terminar o ano com mais de R$ 3,4 bilhões de déficit, sendo que o acumulado de anos anteriores chegará a um rombo de R$ 7 bilhões. Não obstante, o governo atual cancelou mais R$ 870 milhões em empenhos que estavam prontos para ser pagos, o que será rolado como restos a pagar para a próxima gestão.

“É diante desse cenário que estamos propondo várias mudanças em todas as áreas. Buscando secretários cujos perfis tragam uma nova forma de se administrar, com uma gestão eficiente, competente e que tenha apoio da população”, arrematou.

Confira o perfil dos novos secretáriosJuliana Pereira Diniz Prudente – Procuradoria-Geral do Estado
Formada em Direito pela PUC-GO em 1999, pós-graduada e Mestre em Direito Penal pela UFG em 2002. Ingressou no cargo de Procuradora do Estado em 2003, tendo exercido suas funções na Procuradoria Administrativa, especializada da qual foi chefe no ano de 2018. Por último exerceu o cargo de Subprocuradora para Assuntos Administrativos.

Anderson Máximo de Holanda – Secretaria da Casa Civil
É Procurador do Estado, especializado em Direito e Processo do Trabalho pela Universidade Federal de Goiás, possui também especialização em Direito Constitucional pela mesma instituição. Já exerceu a função de Assessor jurídico do Contencioso da Procuradoria-Geral do Município de Goiânia, tenso sido ainda Chefe do Contencioso Tributário da Procuradoria-Geral do Município de Anápolis – GO. Ocupou também o posto de Procurador-Geral do Estado de Goiás entre 2009 e 2010. Integrou os Conselhos de Administração da CELG e Saneago, exercendo posteriormente os cargos de presidente da CIPA, assessor do Gabinete do Procurador-Geral e Chefe de Gabinete na PGE-GO. Anderson também chefiou a Advocacia Setorial da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte de GO e Secretaria de Contratos, Convênios e Projetos Institucionais da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás. Atualmente preside o Tribunal de Ética da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional de Goiás.

Vassil José de Oliveira  – Secretaria de Comunicação
Formado em Jornalismo pela UFG (1992). Trabalhou na Tribuna do Planalto, O Popular, Diário de Goiás e Rádio Sagres 730. Comandou a assessoria de Imprensa do Palácio das Esmeraldas no governo Alcides Rodrigues. Autor do livro ‘Eleição do Início ao Fim’, sobre os bastidores da campanha de 2006 em Goiás.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*

code