Caiado articula com Moro e Bolsonaro criação de Núcleo de Combate à Corrupção e ao Narcotráfico

Crédito da Foto: Sidney Lins Jr.

O governador eleito, Ronaldo Caiado (Democratas), deu um passo importante na implantação de uma de suas principais propostas de governo: a criação do Núcleo de Combate à Corrupção e ao Narcotráfico. Em reunião esta semana com o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) e com o futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, eles discutiram a participação de auditores da Receita Federal e de agentes da Polícia Federal, aliados a policiais civis, militares e técnicos da Secretaria de Fazenda. O foco desse trabalho será atuar de forma integrada com uso da área de Inteligência para identificar os crimes e desarticular organizações criminosas. Ainda nesta semana, o Caiado se encontrou com o atual secretário da Receita Federal, Jorge Rachid, para debater o tema.

“Uma das nossas propostas na campanha eleitoral foi a criação do núcleo de combate a corrupção e ao narcotráfico. Já estamos caminhando para instalar o mais rápido possível. Tivemos uma audiência com futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, e outra reunião com com o secretário da Receita Federal, Jorge Rachid. Esse processo já avançou no intuito de termos um auditor de Receita Federal, agentes da polícia federal e também de um membro da inteligência da polícia civil do estado de Goiás e da Secretaria da Fazenda do Estado de Goiás. É isso que o goiana espera. Antes de tomar posse, já estou trabalhando”, disse Caiado.

O democrata explica que o núcleo vai poder enfrentar as facções criminosas a partir da junção de ações antidrogas e crimes relacionados ao tráfico. Em outra frente, o governador eleito vai unificar dados de diversos órgãos de segurança. O principal foco é o enfrentamento das organizações criminosas, com integração de ações antidrogas e os crimes adjacentes ao tráfico (roubos de automóveis, cargas, violência na zona rural). Pelo SUSP – Sistema Único de Segurança Pública – Ronaldo Caiado vai criar um banco de dados criminais, padronizando e unificando as informações dos diversos órgãos, gerando um Sistema Nacional de Informações de dados prisionais, rastreamento de armas e munições, material genético, digitais e drogas.

“Vamos integrar todas as forças: polícias militar, civil e rodoviária; Receita Federal, Polícia Federal Sefaz e Ministério Público”, acrescentou. Dessa união surgirá o Núcleo de Combate à Corrupção e ao Narcotráfico.

Outra ação que já estava prevista no plano de governo é a construção de um presídio com funcionamento sob o Regime Disciplinar Diferenciado para desarticular o comando do crime organizado. “Vou construir um presídio preparado para receber líderes e principais membros dessas quadrilhas que irá funcionar em Regime Disciplinar Diferenciado para cortar a comunicação entre líderes e liderados, disse Caiado.

Ronaldo Caiado ainda enfatizou o investimento na inteligência das polícias como forma de combate efetivo ao narcotráfico e destacou a valorização dos policiais como uma das prioridades. “Outro ponto é resgatarmos os salários dos policiais. Será uma iniciativa que tomarei no primeiro dia de governo, encaminhando à Assembleia Legislativa a extinção da Terceira Categoria e a regularização e uniformização dos salários dos policiais militares”, afirmou.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorConvidados do Programa Conectado ao Poder do dia 10 de novembro
Próximo artigoÁguas Lindas de Goiás alcança destaque nacional em educação
Consultor em Marketing Político; especialista em pesquisa de opinião pública; editor do Portal Conectado ao Poder; escreve a coluna On´s e Off´s, de segunda a sexta, no Jornal Alô Brasília; apresenta o programa Conectado ao Poder, aos sábados, das 6h às 8h, na Rádio 104,1 Metrópoles FM. É presidente da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*

code