Caprichando no bateu, levou

policarpoSe os tucanos brasilienses pretendiam elevar o tom do tiroteio político na capital, ao criticar a saúde, receberam ontem uma resposta igualmente agressiva. A Executiva do PT qualificou as acusações do PSDB como “covardes e levianas”. Partiram, aí, do pressuposto de que o ataque é a melhor defesa. Não apenas chamaram a posição tucana de  “mentirosa e desavergonhada” como disseram que o presidente regional “Márcio Machado e os tucanos de Brasília serviram ao governo mais corrupto da história da capital federal”.

Indignação ensaiada

Dizendo que os tucanos apostam na falta de memória da população, o PT afirma que “o governo Arruda, de triste memória, rezou aos pés da propina; encheu as meias de dinheiro e rodou as bolsas para abocanhar o dinheiro suado dos impostos do povo de Brasília”. Agora, completam, “acometidos por uma indignação ensaiada e seletiva, os tucanos da cidade querem posar de defensores da saúde e de alguma coisa pública”.

Problemas vêm de longe

Para o presidente regional do PT, Roberto Policarpo, “o PSDB não tem moral para ficar nos atacando”. Ainda mais, diz, nessa área. “À parte a corrupção em que se meteram durante o governo Arruda, os tucanos não podem dizer uma só palavra em defesa do que se fez na saúde durante todo o tempo em que participaram da administração”, afirma.

Fonte: Do alto da torre – 11/1/2013

COMPARTILHAR
Artigo anteriorUma definição para Patrício
Próximo artigoO caminho de Kassab rumo à Esplanada
Consultor em Marketing Político; especialista em pesquisa de opinião pública; editor do Portal Conectado ao Poder; escreve a coluna On´s e Off´s, de segunda a sexta, no Jornal Alô Brasília; apresenta o programa Conectado ao Poder, aos sábados, das 6h às 8h, na Rádio 104,1 Metrópoles FM. É presidente da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*

code