Celina LeãoO Conselho Especial do Tribunal de Justiça do DF (TJDFT) julgou ontem queixa crime movida pelo ex-governador Agnelo Queiroz (PT) contra a deputada distrital e atual presidente da Câmara Legislativa, Celina Leão (PDT). Doze desembargadores entenderam que as provas apresentadas pela deputada eram suficientes para que ela não respondesse por calúnia e difamação, ao dizer em entrevista ao Programa CQC, em 2014 ,que havia “uma quadrilha instituída no Governo do DF com o intuito de dilapidar o patrimônio público” e que Agnelo seria o chefe da quadrilha.

Fonte: Alô Brasília – Coluna ONs e OFFs

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui