Conheça o tempo de rádio e TV dos candidatos ao GDF

Por Sandro Gianelli

Começou mesmo?

Se você também acha que a política esta morna ou fria. Se você é mais radical e acha que esta tudo parado, sem campanha na rua. Fique tranquilo, na próxima sexta-feira, 31 de agosto, tudo começará de verdade com o inicio da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na TV.

Mobilização de rua

Em relação a toda aquela sujeira que estávamos acostumados a conviver nas ruas, bem, isso acabou. Não por opção dos políticos, mas por determinação da Justiça Eleitoral. Com regras novas, a cidade ficará mais limpa, sem placas nas residências, cavaletes nas ruas ou placas nos portões.

Alegria de pobre…

Outra novidade é que a propaganda eleitoral gratuita no rádio e na TV também passou por mudanças. Lembra daqueles programas longos, com candidatos e mais candidatos falando e falando? Isso diminuiu. Pode comemorar.

…Dura pouco

Mas como alegria de pobre dura pouco. A turma que decide o que você deve assistir, não é boba. Agora você será impactado pelas propostas dos candidatos no meio da programação. Pense na transmissão do jogo, do jornal ou da novela. Se acostume com os políticos aparecendo durante as propagandas no meio da sua programação. Assim você não desliga a TV.

Regra clara

Uns terão mais tempo e outros não, mas a regra é clara, a duração das propagandas depende da representatividade dos partidos e das coligações no Congresso Nacional, ou seja, mais partidos com mais representantes, significa mais tempo na propaganda eleitoral gratuita. Se é justo ou não, já é outra história.

Tempo a tempo 1

Fique atento ao tempo que os candidatos ao Governo do Distrito Federal terão direito do dia 31 de agosto até o dia 4 de outubro. Quem sai na frente com mais tempo na propaganda é Alberto Fraga (DEM), que terá 1 minuto e 50 segundos. O segundo é Ibaneis Rocha (MDB) com 1 minuto e 44 segundos.

Tempo a tempo 2

O terceiro é Rogério Rosso (PSD) com 1 minuto e 38 segundos. Rodrigo Rollemberg (PSB) terá 1 minuto e 14 segundos. Júlio Miragaya (PT) ficou com 1 minuto e 10 segundos. Eliana Pedrosa (Pros) terá 49 segundos. Fátima Sousa (PSOL) ficou com 9 segundos.

Tempo a tempo 3

O general Paulo Chagas (PRP) terá 8 segundos. Alexandre Guerra (Novo), Renan Rosa (PCO) e Antônio Guillen (PSTU) ficaram com 4 segundos cada. Se algum dos candidatos ao Governo do DF desistir e não houver substituição, será feita nova distribuição do tempo entre os candidatos que permanecerem na disputa.

Conteúdo

O desafio para os postulantes ao Palácio do Buriti será convencer o eleitor que suas propostas são as melhores para a população. A missão será convencer com pouco tempo de propaganda no rádio e na TV. Mais ou menos tempo pode até garantir a vitória, mas não é regra. O principal será o conteúdo apresentado pelos candidatos.

De fato

A campanha começará de verdade assim que a propaganda eleitoral gratuita iniciar. Essa será a oportunidade da maioria da população, primeiro, saber quem são os candidatos, em seguida, quais são suas propostas e, por fim, definir em quem vão confiar a administração do DF, de 2019 à 2022.

* A Coluna é escrita por Sandro Gianelli e publicada de segunda a sexta no Portal Conectado ao Poder, no Jornal Alô Brasília e no Portal Alô Brasília.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorComitiva de Caiado passa pelo Entorno
Próximo artigoConfiança: Afrânio Pimentel se cercou de amigos para tocarem a campanha
Consultor em Marketing Político; especialista em pesquisa de opinião pública; editor do Portal Conectado ao Poder; escreve a coluna On´s e Off´s, de segunda a sexta, no Jornal Alô Brasília; apresenta o programa Conectado ao Poder, aos sábados, das 6h às 8h, na Rádio 104,1 Metrópoles FM. É presidente da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*

code