Correio Braziliense reconhece que errou sobre gastos de distritais com combustíveis



Celina-LeãoOs valores gastos pelos deputados distritais com combustíveis e lubrificantes ocuparam as páginas dos principais jornais e espaços nos blogs mais acessados de política no DF, nos últimos dias.

Mas a coisa não é bem assim, o barulho parece ser bem menor e, como dizem popularmente, “o buraco é mais embaixo”. Claro que a utilização de dinheiro público exige, acima de tudo, transparência. Como requer, também, uma apuração aprofundada. O mesmo procedimento respeitoso que se espera dos gestores, espera-se, também, dos “olhos e ouvidos da sociedade”, a imprensa.

Prova disso é que o jornal correio Braziliense, em sua edição de hoje(28), admitiu ter errado ao citar valores individuais gastos por suas excelências no ano de 2014, veja o que diz o jornal:

“Aos leitores: Diferentemente do publicado na edição de ontem do Correio, a despesa diária com combustíveis e lubrificantes, por deputado distrital, em 2014, representou R$ 64, em média, e não R$ 1,535 mil, como publicado na capa da edição da última quinta-feira e no editorial de ontem. O montante de R$ 1,535 mil, corresponde ao gasto diário de todos os distritais.”

Acima e na mesma matéria, informa que a presidente da CLDF, deputada Celina Leão, encaminhará à Justiça as justificativas sobre os gastos com combustíveis dos deputados distritais ressarcidos com a verba indenizatória. A forma como são realizadas essas despesas, sem licitação, é questionada em ação do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT).

Mais do que ser obrigada a responder pelos parlamentares da Casa que preside, Celina Leão revelou a este blog que vivemos novos tempos, e que esses exigem transparência total. Além disso, e como ela declarou ao próprio Correio, “o recurso é legal, lícito e os gastos são transparentes”.

Fonte: Blog do Professor Chico

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*

code