Creches pautam o debate de governadores e presidenciáveis

Por Sandro Gianelli

Creches

A construção de creches passou a ser um dos temas mais debatidos entre os candidatos à Presidência da República e ao Governo do Distrito Federal. O candidato à Presidência, Henrique Meirelles (MDB), tem defendido a criação de um programa de bolsas para creches, que chamou de “Prouni para creches”.

Tá falado

“Com o programa pró-criança, nós vamos dar oportunidade para aquela mãe que hoje precisa trabalhar e não tem com quem deixar a criança, ela pode deixar a criança numa creche particular, com o pagamento feito pelo Prouni para creches”, declarou Henrique Meirelles (MDB).

Exemplo em Ceilândia

No DF, a deputada distrital Luzia de Paula (PSB) é uma defensora do acesso das crianças as creches há mais de 3 décadas. Luzia fundou o Centro Comunitário da Criança, em Ceilândia. A instituição atende centenas de crianças, sem custo para as famílias e possui três unidades em funcionamento e uma pronta para iniciar as atividades. Luzia é candidata a reeleição.


1 milhão de crimes

O Sindicato dos Policiais Civis do Distrito Federal (Sinpol-DF) distribuiu um informativo na Rodoviária do Plano Piloto afirmando que o DF atingiu a marca de 1 milhão de crimes nos últimos quatro anos. Nesse período, um em cada três brasilienses foi vítima da violência.

Comparativo

O informativo apresentou uma comparação entre os períodos de 2011 a 2014 e 2015 a 2018. Em relação aos crimes de roubo a pedestres foram 83.966 casos no primeiro período, contra 135.549 no segundo, um aumento de 61,14%. Roubo a transporte coletivos foram 6.471 contra 10.063, um acréscimo de 55,52%. Crimes contra o patrimônio foram 176.396 ocorrências contra 249.528, crescimento de 41,14%.


Urna eletrônica

A Coligação “O Povo Feliz de Novo” (PT/PCdoB e PROS) pediu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) direito de resposta e de retirada da internet de um vídeo do candidato do PSL à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL). No vídeo ele fez várias críticas às urnas eletrônicas.

Pedido negado

O ministro do TSE, Carlos Horbach, negou os pedidos. Para o ministro, embora as declarações de Bolsonaro sejam questionáveis, elas refletem o pensamento de grupos sociais que são contrários ao avanço tecnológico das urnas.

* A Coluna é escrita por Sandro Gianelli e publicada de segunda a sexta no Portal Conectado ao Poder, no Jornal Alô Brasília e no Portal Alô Brasília.

COMPARTILHAR
Artigo anterior“Nós brasileiros já estamos fartos de tanta corrupção”, disse Paula Belmonte
Próximo artigoColigação Goiás avança mais é multada
Consultor em Marketing Político; especialista em pesquisa de opinião pública; editor do Portal Conectado ao Poder; escreve a coluna On´s e Off´s, de segunda a sexta, no Jornal Alô Brasília; apresenta o programa Conectado ao Poder, aos sábados, das 6h às 8h, na Rádio 104,1 Metrópoles FM. É presidente da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*

code