De volta à Papuda, Genoino sai em agosto, em caso de bom comportamento

jose-genoinoO ex-deputado federal José Genoino (PT-SP) passou o dia de ontem em casa, com a família, antes de voltar para o Complexo Penitenciário da Papuda, onde já havia ficado detido por seis dias, em novembro. O petista se apresentou no presídio por volta das 15h, em cumprimento a ordem do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, que rejeitou o pedido de renovação da prisão domiciliar. Ele deve ficar encarcerado pouco mais de três meses, porque terá direito à progressão de regime, em caso de bom comportamento, a partir de agosto, quando completará o total de um sexto da pena cumprida.

Condenado no julgamento do mensalão a 4 anos e 8 meses de cadeia em regime semiaberto, pelo crime de corrupção ativa, Genoino despistou a imprensa. Saiu escondido em um dos três carros com vidros escuros que deixaram o condomínio na região do Jardim Botânico – não foi possível precisar em qual dos veículos ele estava – direto para o Centro de Internamento e Reeducação (CIR), na Papuda. Na porta do presídio, havia um grupo de cinco militantes do PT que foram ao local prestar apoio ao ex-presidente do partido.

Diferentemente de 15 de novembro – feriado da Proclamação da República -, quando se entregou em São Paulo, Genoino agiu de maneira discreta ontem. Há cinco meses, ele não fugiu dos fotógrafos e fez questão de posar com o braço erguido e o punho cerrado diante das câmeras. No dia seguinte, foi transferido para Brasília. Ficou na Papuda menos de uma semana. Depois de passar mal, ele foi levado para o Instituto de Cardiologia do DF. Posteriormente, foi autorizado por Barbosa a cumprir prisão domiciliar e seguiu para a casa de parentes antes de alugar uma casa.

Fonte: Correio Braziliense

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here

*

code

Please enter your comment!