Disputa pela vaga de vice-governador na chapa de Frejat movimenta grupos internos

Por Sandro Gianelli

Rose Rainha, presidente da Fundação Ulysses Guimarães no DF / Reprodução da internet
Rose Rainha, presidente da Fundação Ulysses Guimarães no DF / Reprodução da internet

Mulher de vice…

Rose Rainha (MDB), braço direito de Filippelli, foi reconduzida como presidente da Fundação Ulysses Guimarães no DF. A pupila de 9 em cada 10 políticos do DF é o nome cotado para ser vice de Jofran Frejat (PR). As qualidades: mulher discreta, conhece a política por dentro, militante antiga e influente no MDB Nacional – a ponto de ser relatora da expulsão da senadora Kátia Abreu do partido no ano passado.

…Vai que cola

Outro nome que tenta se cacifar para ocupar a vaga de vice-governador na chapa de Jofran Frejat é do ex-deputado federal Luiz Pitiman (MDB). Pitiman foi eleito deputado federal pelo MDB, em 2010, com o apoio do padrinho e amigo Tadeu Filippelli que concorreu a vice-governador. Pitiman teve 51.491 votos e garantiu o mandato.

Luiz Pitiman, ex-deputado federal / Reprodução da internet
Luiz Pitiman, ex-deputado federal / Reprodução da internet

Rose ou Pitiman?

Em 2014, Pitiman tentou um voo mais alto. Trocou o MDB pelo PSDB e concorreu ao Governo do Distrito Federal. Sua votação não cresceu tanto em relação a 2010. Passou de 51.491 para apenas 68.305 votos. De lá para cá preferiu ficar nos bastidores. Deixou o PSDB e voltou para o MDB. Dessa vez Filippelli ficará dividido entre Rose Rainha e Luiz Pitiman.

A vaga é dele…

Nos bastidores a informação é de que Filippelli será o responsável por escolher o vice-governador na chapa de Frejat. E de conhecimento de todos que Filippelli tem o comando de dois partidos: MDB e PP, ambos com bom tempo de TV. Principal moeda de troca para quem quer governar um Estado.

Fechada?

Atualmente a chapa de Frejat possui dois pré-candidatos ao senado: o deputado federal Alberto Fraga, que em 2010 teve mais de meio milhão de votos para o senado e em 2014 foi o federal mais votado do DF. E Paulo Octavio que pretende voltar para o Senado. Paulo deixou o Senado para assumir a vice-governadoria do DF na eleição de Arruda.

Quem abre?

Outro nome cotado para compor chapa com Frejat e do presidente da Câmara Legislativa, deputado distrital Joe Valle. O PDT liberou o parlamentar para definir qual cargo e em qual coligação ele levará a sigla. Caso Fraga ou Paulo Octavio abram mão do Senado, Joe poderá compor com Frejat.

Briga boa

No PSD dois veteranos vão disputar o mesmo cargo nas eleições de 2018. Cristiano Araújo tentará o quarto mandato e Robério Negreiros tentará o terceiro. Ambos já foram campeões de votos. Cristiano foi o segundo mais votado em 2006 e Robério o segundo em 2014. Dessa vez, ambos, disputam no mesmo partido.

Fla x Flu

Para quem optar por escolher um lado não será fácil prever o final desse jogo. Se o PSD se coligar, deverá eleger os dois. Se sair com chapa puro sangue, pelo desenvolvimento das pré-campanhas dos dois veteranos, o PSD ainda correrá o risco de eleger os dois. Isso se os demais pré-candidatos não desanimarem, né?

Na pista

Cristiano caiu na pista e em apenas quatro noites, foi recebido por mais de dois mil moradores de Taguatinga, Ceilândia, Gama e Recanto das Emas. Os quatro eventos mostram que o parlamentar ainda pode surpreender. Seu projeto político continua com força e representação.

“Fico muito feliz com esse tipo de apoio espontâneo e sincero de tanta gente que nos conhece e apoia as nossas iniciativas, que têm repercussão não somente nas regiões em que visito, mas também na Câmara Legislativa e junto ao GDF. É muito gratificante e uma verdadeira injeção de ânimo receber tantas manifestações de carinho, de apoio e de compromisso”.

Deputado Distrital Cristiano Araújo.

Bons de voto

O distrital Robério Negreiros também não deixa por menos. Quem acompanha suas redes sociais se depara com reuniões lotadas. Os parlamentares estão aproveitando a pré-campanha para prestar contas de seus mandatos e ouvir a comunidade. Cristiano e Robério podem puxar o partido e se os demais filiados forem bons de votos, o PSD poderá surpreender nas urnas.

 

* A Coluna é escrita por Sandro Gianelli e publicada de segunda a sexta no Portal Conectado ao Poder, no Jornal Alô Brasília e no Portal Alô Brasília.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*

code