Eduardo é candidato e PSB já definiu a estratégia

eduardocampos-300x225O PSB já definiu a estratégia para as eleições presidenciais em 2014; o objetivo é levar o governador de Pernambuco e presidente da legenda, Eduardo Campos, para o segundo turno; além de torcer pelo fortalecimento de outras candidaturas, como a do senador mineiro Aécio Neves (PSDB), que deverá ser o maior rival do socialista, o PSB diz que “se perdermos no primeiro marcharemos com o PT e a presidente Dilma. Se formos para o segundo turno enfrentaremos o PT. É legítimo”, revelou uma fonte ao PE247.

Paulo Emílio _PE247 – As declarações por parte da cúpula do PSB de que “do projeto político do partido quem cuida é o próprio PSB” deixam claro que a legenda já tem um candidato para disputar a Presidência da República em 2014: o governador de Pernambuco e presidente nacional da sigla, Eduardo Campos. E a estratégia já está definida. No momento o PSB torce para que outras candidaturas, como a do senador Aécio Neves (PSDB-MG), se fortaleçam de maneira a jogar a disputa para o segundo turno. “Se perdermos na disputa para o segundo turno marcharemos com o PT. Se ganharmos disputaremos com o PT. Vencerá aquele que tiver mais perspectiva de futuro para o País. PT e PSB possuem convergências em comum, não são antagônicos. O nosso adversário nesta disputa é o PSDB e não o Partido dos Trabalhadores. Faremos nossa campanha no campo democrático. Vamos enfrentar o PT, mas sem mudar de lado ou se afastar da base”, afirmou ao PE247 uma fonte do alto escalão do PSB.

Segundo o socialista, o PSB somente deverá seus rumos a partir de dezembro. Até lá o partido permanece na defesa do governo da presidente Dilma Rousseff (PT). “O PSB tem um trabalho em construção. Eduardo tem acumulado força política, tem ampliado alianças. Com base nisto é que ele sairá candidato. Quem está ao lado dele vai precisar que ele saia candidato com uma perspectiva concreta de poder e de que ele é candidato em 2014. É nisto que estamos trabalhando”, disse a fonte.

Neste processo, o PSB já deixou claro em várias ocasiões que tem pretensões de “se tornar grande”, deixando de ser coadjuvante para se tornar protagonista no processo político nacional. “Não vamos ficar a reboque. Temos objetivos claros e este crescimento faz parte do jogo democrático. Não vamos fazer oposição ou alianças fora do campo das esquerdas. Mas assim como o PT fez no passado também temos o direito de buscar nosso próprio caminho”, comentou a fonte.

Sobre a provável candidatura de Eduardo, os socialistas avaliam que a disputa no primeiro turno deverá girar em torno da candidatura de Aécio Neves. “O verdadeiro tucano, o tucano emplumado, paulista, assim como o PSDB do Nordeste fica muito mais à vontade com Eduardo Campos do que com o Aécio. Esta movimentação nos interessa, em especial no caso de um segundo turno. Se perdermos no primeiro marcharemos com o PT e a presidente Dilma. Se formos para o segundo turno enfrentaremos o PT. É legítimo”, disse.

Dentro da ótica dos socialistas, em qualquer das hipóteses, Eduardo Campos só tem a ganhar. Com 47 anos, avaliado como um dos melhores governadores do País por sete anos consecutivos e detentor de um capital político invejável, mesmo que venha a ser derrotado em suas pretensões quanto a 2014, ele estará posicionado em definitivo no cenário político nacional e terá elevado o PSB a um novo patamar enquanto partido. “Mesmo perdendo sairemos ganhando”, analisa a fonte.

Fonte: Brasil 247

COMPARTILHAR
Artigo anteriorDistritais se esquivam de investigar Raad na CLDF
Próximo artigoArruda responde: “Não sou candidato a nada. Deixem-me em paz no meu exílio”.
Consultor em Marketing Político; especialista em pesquisa de opinião pública; editor do Portal Conectado ao Poder; escreve a coluna On´s e Off´s, de segunda a sexta, no Jornal Alô Brasília; apresenta o programa Conectado ao Poder, aos sábados, das 6h às 8h, na Rádio 104,1 Metrópoles FM. É presidente da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*

code