Entrevista | “Vou defender a sanção do projeto de lei que trata da venda de preservativos em bares”, diz Cristiano Araújo

Por Sandro Gianelli

O deputado distrital Cristiano Araújo (PSD) concedeu entrevista ao programa Conectado ao Poder, da Rádio OK (104,1 FM), no último sábado. O Conectado ao Poder é apresentado por este colunista, com a participação de Rodrigo Mercúccio e Bruno Oliveira, todo sábado, das 6h às 8h. A Coluna On´s e Off´s trouxe um resumo das declarações.

Lei do preservativo

“Qualquer polêmica que se coloca dentro do Legislativo que gera uma discussão com diversas camadas da sociedade, na minha opinião é salutar.” O parlamentar fez referência ao projeto de lei que obriga bares, restaurantes e casas noturnas a venderem preservativos.

Opinião pública

“O projeto aguarda a sanção do governador Rodrigo Rollemberg e envolveu, na última semana, a opinião pública em geral, além do Sindicato dos Hotéis, Bares e Restaurantes do DF – SINDHOBAR.”

DST

“Os casos de Doenças Sexualmente Transmissíveis – DST vem aumentando significativamente no DF em comparação a outros estados.”

Outros países

“O projeto não foi inventado por mim. Isso já existe em outros países. É lógico que o preservativo não ficará à mostra e nem o garçom servirá um preservativo para os clientes.”

Opção

“Existem máquinas que são colocadas dentro dos banheiros e podem vender um chocolate, um amendoim e também o preservativo. Isso é bem prático e não agride ninguém. Evidente que quem frequenta estes estabelecimentos são maiores de 18 anos.”

Conservadores

“A Câmara Legislativa tem nove deputados evangélicos, ela é uma casa, hoje, composta por parlamentares conservadores. Mas quando colocamos a importância do projeto, os parlamentares que estão alinhados com a juventude sabem da importância da proposta.”

Conscientização

“Tenho conversado bastante com o governador Rodrigo Rollemberg para ele sancionar o projeto e também realizar campanhas de conscientização para o uso da camisinha como forma de evitar doenças como o HIV, diversas DST´s e também uma gravidez indesejada. Neste momento essa discussão chama a atenção para o aumento destes casos.

Retaliação

“Acabei sendo retirado da propaganda partidária gratuita do PSD por conta da minha opção de voto em relação ao Iprev. O partido orientou votar contra o projeto, mas votei a favor por entender que se não votássemos naquele momento os servidores ficariam sem pagamento.”

Relação com o PSD 1

“Apesar da votação do Iprev a minha relação com o PSD é uma relação respeitosa. O que aconteceu com a votação do Iprev foi coisa de momento e continuamos avançando. A política é muito dinâmica.”

Relação com o PSD 2

“Tivemos um segundo momento que foi a decisão da permanência do PSD na base do governo Rollemberg. Na executiva do PSD votam cinco pessoas, sou o segundo vice-presidente do partido, nessa discussão o partido optou, por 3 votos a 2, pela não permanência na base do governo.”

Relação com o governo

“A minha posição dentro da Câmara é de votar os projetos que são de interesse da cidade. Tenho feito criticas ao governo de forma respeitosa e construtiva e tenho elogiado o que é bom.”

Fiscalização

“Tenho visitado muito o Sol Nascente e fiscalizado as obras de urbanização que o governo tem feito. Os trechos 1 e 2 já são alcançados pelas obras e o trecho 3 ainda carece de alguns destravamentos na parte fundiária, mas eu acho que há um avanço.”

Segurança

“Precisamos cuidar da segurança no Sol Nascente. Tenho conversado muito com o Coronel Back, que é o quarto homem da Polícia Militar, responsável pelo GTOP para que intensifique as rondas na região.”

* A Coluna é escrita por Sandro Gianelli e publicada de segunda a sexta no Blog do Sandro Gianelli, no Jornal Alô Brasília e no Portal Alô Brasília.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*

code