EUA afirmam ter eliminado comandante do Estado Islâmico no Iraque

980-pentágono-departamento-de-defesa-estados-unidos-980x345O Pentágono anunciou nesta segunda-feira que um dos comandantes do EI (Estado Islâmico) foi morto em um ataque aéreo lançado no norte do Iraque há uma semana.

O porta-voz do Departamento da Defesa americano, coronel Steve Warren, disse que o tunisiano Ali Awni al-Harzi morreu em Mossul em 15 de junho passado.

Al-Harzi teria participado do ataque à embaixada dos Estados Unidos na Líbia em 2012.

“Sua morte degrada a capacidade do EI para recrutar jihadistas do norte da África na luta na Síria e no Iraque e elimina um jihadista com amplos vínculos e laços com o terrorismo internacional”, afirmou o Pentágono.

Os Departamentos do Tesouro e de Estado dos EUA descreveram o tunisiano como um terrorista que operava para ou em nome do EI.

Harzi era considerado “uma pessoa sob suspeita” de envolvimento no ataque à missão americana na cidade líbia de Benghazi (leste) em 11 de setembro de 2012. Quatro pessoas, entre elas o embaixador dos EUA nesse país, John Christopher Stevens, morreram.

Fonte: Jornal Metro

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here

*

code

Please enter your comment!