Governo de Brasília diz que vai executar Plano Diretor do Turismo entregue pela Fecomércio

14701372140_b6fd8d9240_zCom a finalidade de sugerir ações e acompanhar melhorias no turismo de Brasília, o presidente da Fecomércio, Adelmir Santana, entregou ao governador Rodrigo Rollemberg, na manhã desta terça-feira (8), na sede da Federação, um Plano Diretor de Turismo e Hospitalidade. A iniciativa pretende, até 2026, fazer da cidade um dos principais polos de eventos, negócios e turismo cultural. Entre as diretrizes presentes no documento estão estratégias de promoção, captação de eventos, infraestrutura e valorização dos espaços culturais. “Não se faz turismo sem a casa arrumada e sem uma boa recepção. Precisamos preparar os nossos equipamentos públicos para que as ações sugeridas sejam executadas. Conforme nos foi solicitado, estamos entregando um plano de turismo para o governo”, ressaltou Adelmir.

O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, agradeceu a Federação do Comércio pela contribuição e disse que a iniciativa da Câmara de Turismo legitima parcerias e oferece a possibilidade de ações conjuntas entre o setor privado e o Estado. “Eu considero extremamente importante essa união proposta pela Fecomércio para que nós possamos ter um plano a ser seguido e que norteie o turismo local. Reconheço que os nossos equipamentos turísticos precisam ser melhorados. Com esse intuito recebo com muito orgulho esse documento que será de grande ajuda para o nosso governo”, disse Rollemberg. O governador destacou ainda que as parcerias com o setor produtivo trarão grandes ganhos para a sociedade. “Eu não tenho duvida que o turismo é uma das alternativas mais rápidas e mais baratas que garantem o desenvolvimento sustentável de uma população. Vamos ler esse plano com muita atenção para acompanhar cada passo”, afirmou Rollemberg.

O Plano Diretor do Turismo e Hospitalidade 2016-2026 faz parte de uma solicitação feita pelo governo em reunião do Conselho de Desenvolvimento do Turismo (Condetur). Na oportunidade, o governador solicitou a colaboração da Fecomércio no sentido de elaborar um documento com todas as discussões que são travadas na área. “Contratamos pessoas, consultores e contamos com a participação do Sebrae para elaborar esse documento. O plano visa a instigar o Estado a cumprir com seus deveres e suas missões. Estamos dando indicativos de uma série de políticas objetivando o desenvolvimento dessa importante área da econômica nacional”, explicou Adelmir. O documento possui mais de 80 páginas e foi elaborado pela consultora Maria das Mercês Torres Parente, a partir de planos locais e nacionais já existentes e com a orientação de especialistas e representante da Câmara de Turismo da Fecomércio.

Além de fomentar o turismo de eventos e negócios, a publicação salienta a importância da revitalização dos espaços culturais de Brasília e da importância de serviços turísticos de lazer e aventura às margens do lago Paranoá. O presidente da Câmara de Turismo e do Sindicato das Empresas de Promoção, Organização, Produção e Montagem de Feiras, Congressos e Eventos do Distrito Federal (Sindeventos-DF), Francisco Maia, afirmou que o objetivo é encontrar alternativas que solucionem gargalos do segmento e que tornem Brasília referência no turismo mundial. “Nosso intuito é agregar o setor produtivo com o governo. O documento atua na representatividade do setor empresarial do turismo e busca também a qualificação de empreendedores e trabalhadores”, disse. Francisco Maia lembrou que a Câmara de Turismo também lançou recentemente o Concurso Marca Brasília, com o objetivo de criar uma identidade visual para a capital da República, e pretende lançar em abril de 2017 um site com informações e serviços turísticos sobre Brasília.

O secretário de turismo do DF, Jaime Recena, destacou a colaboração da Fecomércio em propor ações que auxiliem o trabalho do governo e ofereçam qualidade de vida para população. “Não adianta o governo e o setor produtivo caminharem de forma diferente. Precisamos nos unir para fortalecermos a cadeia produtiva de Brasília e consequentemente melhorar o turismo no DF”, afirmou Recena. De acordo com o Plano Diretor de Turismo, há a necessidade de mais atenção com a qualificação de profissionais, a atração de investimentos, além do incentivo ao uso de tecnologias ambientalmente sustentáveis. Outro ponto de destaque é negociar melhorias na infraestrutura turística do DF, propiciando acessibilidade, mobilidade e conectividade aos brasilienses e aos visitantes.

O deputado distrital, Wasny de Roure (PT), que faz parte da recém-criada Frente Parlamentar do Turismo na Câmara Legislativa, solicitou o apoio do governador para uma revisão no valor de arrecadação do Fundo de Fomento à Indústria do Turismo do Distrito Federal – FITUR/DF. “Nosso papel é, sobretudo auxiliar e cobrar para melhorarmos a arrecadação do Fitur. Eu tenho certeza que os colegas da Câmara terão sensibilidade em rever as diferentes fontes de captação de recursos para o turismo”, disse Wasny. Durante a solenidade, a Fecomércio homenageou a consultora Maria das Mercês Torres, responsável pelo processo de planejamento do Plano Diretor. “Sou de origem piauiense, mas de vida, coração e existência eu sou brasiliense. Coordenar iniciativas para o crescimento de Brasília e desenvolver trabalhos em favor do turismo é o meu ideal e nossa militância”, afirmou Mercês.

Presentes

Também estiveram presentes, o vice-presidente da Câmara de Turismo e presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Brasília (Sindhobar), Jael Antonio da Silva; o presidente do Sindicato do Comércio Varejista do DF (Sindivarejista), Edson de Castro; o presidente do Sindicato dos Laboratórios de Pesquisas e Análises Clínicas do DF, Alexandre Bitencourt; o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Material de Escritório, Papelaria e Livraria do DF (Sindipel), José Aparecido; o presidente do Sindicato das Empresas de Produção de Imagens, Fotografias, e Filmagens do DF (Sinfoc), Fernando Bizerra; o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Materiais de Construção do DF, Antonio Carlos Aguiar; o vice-presidente financeiro da Fecomércio e presidente do Sindicato das Videolocadoras do DF (Sindevídeo), Paolo Piacesi; o diretor-adjunto da Fecomércio, Hélio Queiroz; o diretor do Sebrae-DF, Antônio Valdir Filho; o deputado distrital, Agaciel Maia (PR); o deputado distrital, Israel Batista (PV); a presidente da Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do DF (ADVB/DF), Cláudia Maldonado; o secretário adjunto de Relações Institucionais do DF, Igor Tokarski; o presidente da Associação Comercial do DF (ACDF), Cléber Pires; o presidente da Abrasel, Rodrigo Freire, entre outras autoridades.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Fecomércio-DF

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*

code