Governo de Novo Gama lutando pelos direitos das mulheres

direito-mulheresO município de Novo Gama é um dos poucos com um governo preocupado em oferecer suporte para os problemas de suas moradoras. A cidade possui uma Secretaria Municipal da Mulher atuante e fazendo um trabalho muito importante de conscientização nas escolas e igrejas. Além de ter uma equipe preparada para disseminar o conhecimento e alertar as mulheres sobre as atitudes que devem ser tomadas em casos de violência, ainda existe uma Delegacia de Atendimento à Mulher (DEAM), onde a mulher pode se sentir mais amparada para denunciar.

Uma parceria com casas de passagem também foi feita para que a mulher ameaçada possa residir até que se estabilize, isso em casos de violência doméstica. De acordo com a Secretária da Mulher, Nilda Teixeira, cada mulher que procura atendimento recebe a atenção de uma equipe preparada para ajudar no que for necessário. O Prefeito Everaldo Vidal acredita que as conquistas das mulheres são de extrema importância para o desenvolvimento da sociedade.

Lei em defesa das mulheres

No próximo domingo, será comemorado o Dia internacional da Mulher e na última terça (3) a Câmara dos Deputados aprovou um projeto de lei que considera o feminicídio como crime hediondo. O projeto foi elaborado pela Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da Violência, com a justificativa de que 43,7 mil mulheres foram mortas no Brasil entre 2000 e 2010, muitas delas pelos seus companheiros e 40% dentro de suas casas. Esses crimes colocam o Brasil na sétima posição mundial de assassinato contra as mulheres e mostram que elas ainda precisam conquistar muitos direitos. O projeto atenderá uma reivindicação da bancada feminina e retornará ao Senado para apreciação, para posteriormente ser levado à sanção presidencial.

Histórico

Embora muitos acreditem que o dia internacional das mulheres é comemorado por motivo de um incêndio em uma fábrica têxtil na cidade de Nova York, que gerou uma série de protestos das operárias, as mulheres europeias já se organizavam para lutar por seus direitos desde o século 19. Após todas as lutas, no ano de 1945 que a Organização das Nações Unidas (ONU) assinou um acordo envolvendo todos os países para afirmar princípios de igualdade entre homens e mulheres, em 1960 o movimento feminista se estruturou para comemorar oficialmente o Ano Internacional da Mulher e em 1977 o “8 de março” foi reconhecido oficialmente pelas Nações Unidas.

Fonte: Assessoria de Comunicação

Foto: Mizael

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*

code