Justiça quer que o cunhado do ex-governador de Goiás seja afastado do TCM

Por Sandro Gianelli

Marconi Perillo, pré-candidato ao Senado / Reprodução da internet
Marconi Perillo, pré-candidato ao Senado / Reprodução da internet

Afastamento

O promotor Fernando Krebs propôs ação na qual requer o imediato afastamento do cunhado do ex-governador Marconi Perillo, Sérgio Antônio Cardoso de Queiroz, do cargo de conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). Liminarmente, é requerida a suspensão imediata da nomeação.

Sem comprovação

O promotor argumenta na ação civil pública que a nomeação feriu princípios constitucionais da impessoalidade e da moralidade, careceu de comprovação quanto à idoneidade moral e reputação ilibada do conselheiro, assim como de notórios conhecimentos jurídicos, contábeis, econômicos e financeiros ou de administração pública.

Sem expediente

As Promotorias de Justiça de Planaltina de Goiás comunicam que não haverá expediente no órgão nesta quinta-feira (7) em virtude do feriado municipal em comemoração ao aniversário da cidade. As atividades retornarão na sexta-feira (8).

* A Coluna é escrita por Sandro Gianelli e publicada de segunda a sexta no Portal Conectado ao Poder, no Jornal Alô Brasília e no Portal Alô Brasília.

7d6

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*

code