Maioria dos deputados é a favor do Fim do Foro Privilegiado

Por Sandro Gianelli

Fim do Foro Privilegiado

Levantamento realizado pelo movimento Fim do DesaFORO aponta que a ampla maioria dos deputados que compõem a Comissão Especial pelo Fim do Foro Privilegiado são a favor e uma minoria optou em não responder.

Todas instâncias

O levantamento revelou que dos 34 titulares que integram a Comissão Especial, 27 votam a favor, cinco disseram que não formaram opinião a respeito e dois não quiseram responder a pesquisa. Desses 27 que querem o fim do foro, nove já manifestaram que o mesmo deve ser extinto em todas as instâncias.

Com restrições

De acordo com a PEC do senador Álvaro Dias (PODE/PR), aprovada por unanimidade no Senado, o foro privilegiado será extinto, exceto para os presidentes dos três poderes: presidente da República, Senado Federal, Câmara dos Deputados e do Supremo Tribunal Federal. 

Rosso vai de Álvaro

Rogério Rosso consegue o apoio de mais um partido. A coligação Unidos pelo DF era composta pelo PSD, PPS, PRB, Solidariedade e Podemos. O PSC se juntou ao grupo. A articulação garantiu o apoio do grupo ao presidenciável Álvaro Dias, que tem como vice Paulo Rabello de Castro do PSC.

Frente feminina

Um grupo de pré-candidatas de vários partidos lançaram a Frente Suprapartidária de Mulheres do Distrito Federal. As conversas começaram a dois meses e o lançamento do movimento ocorreu ontem (8). O grupo pretende superar as disputas institucionais para construir uma plataforma coletiva.

Participação feminina 1

Pré-candidatas ao Senado, Câmara Federal e Câmara Legislativa de pelo menos 12 partidos estão unidas pelo mesmo propósito que é aumentar a participação feminina nas eleições de 2018. A grande barreira para o grupo será conseguir convencer o eleitorado feminino de que as mulheres são boas opções para a vida pública.

Participação feminina 2

No campo majoritário, as candidatas fazem parte de seis grupos com candidaturas próprias ao Governo do Distrito Federal e demonstram que acima da disputa política, o objetivo deste grupo é mesmo o aumento da participação feminina na política.

Sem representação

Atualmente mais de 54% da população do DF é composta de mulheres, porém sua participação nos espaços de poder são pequenas. Dos 8 deputados federais, apenas uma é mulher. Dos 24 distritais, apenas cinco são mulheres.

Suprapartidário

O grupo é composto por filiadas dos partidos: PODEMOS, REDE, PV, PSOL, PSDB, PT, PCdoB, PRB, PPL, PPS, PDT, PSB. As participantes fazem parte, não apenas de partidos, mas também de movimentos sociais, cívicos e comunitários.

Tá falado

A ex-secretária de Segurança Pública do DF, Márcia de Alencar, usou suas redes sociais para fazer um alerta sobre o Feminicídio. “O DF chega ao 19° Feminicídio em agosto de 2018. Mesma marca absurda do ano passado inteiro. O que mais é preciso acontecer para tomarmos a consciência, de que a paz é uma conquista coletiva?”

Defesa da mulher

Márcia é pré-candidata a deputada distrital pelo PSB e defende um DF de Paz e com mais Segurança. Márcia passou um período na Secretária da Mulher e tem focado suas bandeiras, principalmente, voltadas para a segurança das mulheres. “Defendo mais do que a defesa da mulher, defendo que as mulheres tenham segurança, os números mostram o crescimento das agressões contra a mulher e precisamos dar um basta nisto”, disse Márcia de Alencar.

* A Coluna é escrita por Sandro Gianelli e publicada de segunda a sexta no Portal Conectado ao Poder, no Jornal Alô Brasília e no Portal Alô Brasília.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorPelo menos dois candidatos vão dividir os votos em Valparaíso
Próximo artigoTRE-GO cassa o mandato do Prefeito de Planaltina
Consultor em Marketing Político; especialista em pesquisa de opinião pública; editor do Portal Conectado ao Poder; escreve a coluna On´s e Off´s, de segunda a sexta, no Jornal Alô Brasília; apresenta o programa Conectado ao Poder, aos sábados, das 6h às 8h, na Rádio 104,1 Metrópoles FM. É presidente da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*

code