Manifestações reúnem dezenas de milhares em vários estados

manifestacoes-reunem-dezenas-de-milhares-em-varios-estadosAs manifestações estão sendo encerradas em vários estados, onde dezenas de milhares de pessoas estiveram nas ruas pela manhã. Começou pouco depois do meio dia a concentração de pessoas na Avenida Paulista, em São Paulo, onde foi estendida uma bandeira gigante com a palavra impeachment. O movimento ainda é pequeno no local. O maior número pela manhã foi registrado em Brasília. Seriam 25 mil pessoas, segundo a Polícia Militar, ou 45 mil de acordo com a avaliação dos organizadores. Ainda assim, foi a metade dos números registrados em 15 de março.

Em Salvador, os manifestantes percorreram um quilômetro e meio pela Avenida Oceânica, a partir do Farol da Barra. Os organizadores afirmam que havia cerca de 9 mil manifestantes, número próximo do registrado em 15 de março. Para os policiais, foram apenas 4 mil, dois terços do público em 15 de março.

Em Belo Horizonte, a concentração ocorreu na Praça da Liberdade, a partir das 8h. Foram 3 mil pessoas nas contas da Polícia Militar. Para os organizadores, havia 5 mil pessoas nas ruas.

Em Belém, houve duas concentrações, uma na Avenida Presidente Vargas e outra na República. Segundo a Polícia Militar, haviam 5 mil pessoas no ato. Em São Luís, os organizadores afirmam que cerca de 3,5 mil pessoas participaram de passeata pela Avenida Litorânea. A Polícia Militar afirma que foram apenas 400.

O impeachment da presidente Dilma Roussef, o combate à corrupção e o fim da impunidade foram os temas mais abordados nos protestos.

Em Brasília, houve também pressão pelo afastamento do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Antonio Dias Tóffoli, do julgamento das eventuais ações penais decorrentes da Operação Lava Jato. Tóffoli, que foi Advogado Geral da União no governo Lula, foi indicado ao Supremo pelo petista. O ministro, que estava na primeira turma, pediu a transferência para a segunda turma do STF, onde estão as ações ligadas à Lava Jato.

A expectativa dos movimentos é que os atos aconteçam em pelo menos 120 municípios brasileiros, e também em Londres, onde a concentração aconteceu às 15h local (11h horário de Brasília), em frente à embaixada brasileira.

A passeata na Avenida Atlântica, em Copacabana, continuava por volta das 13h. Os manifestantes foram animados por dois carros de som. Tanto os organizadores, como a Polícia Militar calculam em 10 mil o número de manifestantes. Houve princípio de tumulto em dois momentos. Um foi causado por um ciclista que passava pela ciclovia, onde haviam pedestres e outro por uma pessoa, com uma camisa vermelha, que teria provocado o público. Policiais contornaram a situação de imediato.

Em Manaus, a concentração começou às 10h30, na Praça do Congresso, no centro da cidade. A chuva atrapalhou a mobilização, que reuniu 300 pessoas, segundo a PM e 1,5 mil, conforme os organizadores. Havia crianças e idosos entre os manifestantes. Eles pediam a saída da presidente Dilma Rousseff e mais respeito à democracia.

Fonte: Fato Online

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*

code