“Minha luta sempre foi em defesa de mais vagas em creches”, disse Luzia de Paula

Por Sandro Gianelli

Deputada Distrital Luzia de Paula / Reprodução da internet
Deputada Distrital Luzia de Paula / Reprodução da internet

A deputada distrital Luzia de Paula (PSB) concedeu entrevista para a Coluna On´s e Off´s onde conversamos sobre a necessidade de mais vagas em creches. Luzia é presidente da Comissão de Assuntos Sociais da Câmara Legislativa do Distrito Federal. Confira um resumo das declarações:

Creche noturna

Minha luta sempre foi em defesa de mais vagas em creches. Ainda não cumprimos o que exige a Constituição, que é a obrigatoriedade de oferecer creches para todas as crianças. No DF, temos um grande déficit de vagas para crianças de zero a três anos e meio no período diurno e já temos a necessidade de termos creches noturnas para as crianças. Muitas famílias precisam trabalhar ou estudar durante a noite o que cria a necessidade de vagas em creches noturnas. As crianças das comunidades são as que mais precisam e pensando nisso apresentei uma emenda ao Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) nº 1.569/2017, que visa o apoio às atividades de proteção à criança com a implantação de creches noturnas no DF.

Centro Dia para o Idoso

Também apresentei uma emenda ao PLDO nº 1.569/2017, que visa assegurar o cumprimento pleno dos direitos do idoso, previstos em seu estatuto e com amparo em tempo integral. A terceira idade já representa um bom percentual da população e com crescimento diário. Temos poucos programas de acolhimentos para eles. Entendo que é necessário que tenhamos creches para os idosos. Chamo de creche porque defendo que seja no mesmo modelo das creches, mas a nomenclatura correta é Centro Dia para o Idoso e já existe em outros estados. Esse espaço deve ter liberdade e tranquilidade para que o idoso possa almoçar, lanchar, tomar banho, além de contar com atividades didáticas e troca de experiências.

 

* A Coluna é escrita por Sandro Gianelli e publicada de segunda a sexta no Portal Conectado ao Poder, no Jornal Alô Brasília e no Portal Alô Brasília.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*

code