eleições_françaPesquisas de boca de urna indicam que a direita e a esquerda superaram a extrema direita no primeiro turno das eleições regionais deste domingo na França, consideradas um teste para a disputa presidencial de 2017. Segundo as estimativas dos institutos de pesquisa, o partido de direita UMP, do ex-presidente Nicolas Sarkozy, e seus aliados de centram obtiveram entre 29,2% e 32% dos votos.

A esquerda, incluindo o Partido Socialista, do governo, conseguiu entre 23,2% e 32,7%, e a Frente Nacional (extrema direita), de Marine Le Pen, entre 24,5% e 26,3%.

A abstenção foi menor do que se esperava, entre 48,5 e 49,5%. “A Frente Nacional não é o principal partido político da França”, comemorou o ministro Manuel Valls. As pesquisas nas últimas semanas indicavam a extrema direita como a grande vencedora das eleições. O segundo turno ocorrerá no próximo domingo, dia 29.

Espanha

Na Espanha, o PSOE (Partido Socialista) venceu as eleições regionais de Andaluzia, a região mais populosa do país, segundo resultados parciais. No entanto, o partido não conseguiu maioria, o que o obrigará a fazer alianças. A eleição serve como um primeiro teste para novos partidos e uma prévia da eleição nacional a ser realizada ainda este ano.

As pesquisas deram ao PSOE até 44 assentos no Parlamento regional, ao PP, 35 e ao Podemos, até 22. Outro novo partido, o Ciudadanos, e o Izquierda Unida devem obter 7 cadeiras cada.

Fonte: Metro

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

17 − catorze =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.