Nota de repúdio do PSDB-DF

psdbSobre a atual grave crise, talvez a maior já vivida no sistema público de saúde do Distrito Federal, o Diretório Regional do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB-DF) declara publicamente que:

1.     É inadmissível que o atual governo, eleito com a promessa de resolver os graves problemas da saúde pública, neste momento de total desespero da população, esconda-se atrás de falácias e justificativas banais para tentar explicar o injustificável: a falta do serviço mínimo, que é pronto-atendimento médico nas unidades de saúde do DF;

2.     Causa estranheza testemunhar o Governo do Distrito Federal gastando milhões de reais em propagandas para divulgar a suposta contratação de 5 mil servidores para a saúde pública, a compra de equipamentos modernos, enquanto milhares de cidadãos amarguram nas filas das unidades de saúde pública do DF;

3.     A falta de prioridade da atual gestão do Governo do Distrito Federal já era conhecida a partir do momento em que determinou que um estádio absorvesse mais de um bilhão de reais de recursos públicos para sua construção enquanto pacientes crônicos e usuários da saúde pública convivam com a constante falta de remédios essenciais, sem exames e sem atendimento médico e, consequentemente, travando uma verdadeira batalha para conseguir a sobrevivência;

4.     É intolerável que um cidadão de bem, que paga em dias seus impostos e que depende unicamente do governo para cuidar da própria saúde, tenha de agonizar em imensas filas nos hospitais públicos, sem saber nem mesmo se conseguirá ser atendido por um único especialista;

5.     Mais inaceitável ainda é saber que enquanto as cidades do DF se afogam na grande crise vivida na saúde pública, o senhor governador do PT, Agnelo Queiroz, e seu secretário de Saúde, Rafael Barbosa, estejam aproveitando dias de férias fora de Brasília – apenas mais uma demonstração pública do descaso dessa gestão com toda a população do DF;

6.     Do mesmo modo, é lamentável saber que esses mesmos dois gestores possuam a formação médica e que, em vez de fugirem dos problemas, deveriam primar pelo bem mais precioso que é a vida;

7.     O Partido da Social Democracia Brasileira exige dos atuais gestores que tomem medidas imediatas sensatas e acertadas, e não apenas midiáticas, para estancar a grande crise vivida na saúde pública, que mais uma vez faz o DF protagonizar a mídia negativa nacional;

8.     Assim sendo, o PSDB-DF vem a público não apenas para manifestar sua solidariedade à população do Distrito Federal, mas também para repudiar veementemente a cada vez mais escancarada incompetência do atual Governo do Distrito Federal em gerir não apenas o sistema público de saúde, mas todas as outras áreas essenciais para a população do DF.

Márcio Machado

Presidente do PSDB-DF

COMPARTILHAR
Artigo anteriorAntes de discursar, conheça as regras básicas da boa oratória
Próximo artigoCaos na saúde do DF prejudica reeleição de Agnelo
Consultor em Marketing Político; especialista em pesquisa de opinião pública; editor do Portal Conectado ao Poder; escreve a coluna On´s e Off´s, de segunda a sexta, no Jornal Alô Brasília; apresenta o programa Conectado ao Poder, aos sábados, das 6h às 8h, na Rádio 104,1 Metrópoles FM. É presidente da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*

code