Novo tremor causa mortes no Nepal



nepal terremoto 04O Nepal começava a tentar voltar à rotina, depois do terremoto de 25 de abril que arrasou quase metade do país, provocou a morte de mais de oito mil pessoas e deixou milhares de feridos. Mas nesta terça-feira (12) foi sacudido de novo com um tremor de 7,3 de magnitude. Cinquenta e três pessoas morreram e há também um número assustador de feridos, que passa de mil.

As equipes de resgate ainda não tinham dado por encerradas as buscas do primeiro terremoto e ainda tem tanto escombro por todo lado que fica difícil identificar o que foi destruído.

A sessão do parlamento do Nepal foi interrompida quando tudo começou a tremer. Com medo de o prédio desabar, todos queriam sair do local o mais rápido possível. Foi um corre-corre.

Nas ruas da capital Katmandu, as pessoas estavam em pânico. Ficavam de olho nas construções, no que poderia cair. O lugar mais seguro era bem longe de qualquer edifício.

Segundo os especialistas, o tremor foi secundário em relação ao grande terremoto do dia 25 de abril, mas foi tão forte quanto o principal. Há duas semanas e meia, 7.8 de magnitude.

Agora, com epicentro perto da fronteira com a China, o terremoto alcançou 7.3. Foi a 80 quilômetros de Katmandu.

A Índia também sentiu o tremor e mais uma vez foi perto da superfície: 18,5 quilômetros de profundidade. O que só aumenta os efeitos. Segundo as Nações Unidas, no Nepal – onde a situação já era crítica – agora teme-se pelo pior.

As construções que resistiram ao tremor do fim de abril podem ter ficado ainda mais abaladas. Milhares de pessoas ainda vivem em tendas, abrigos provisórios, e além dos tremores, terão que enfrentar mais um problema: a temporada de monções, chuvas fortes, que agravam os deslizamentos na região mais montanhosa.

Fonte: g1.globo.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*

code