O Shopping Popular de Brasília sofre com a falta de movimento



guarda janioO shopping popular de Brasília apesar de vizinho da feira dos importados é exatamente o oposto se comparado a quantidade de clientes.

Centenas de famílias dependem do sustendo que teoricamente viria do shopping popular, porém, apesar de instalações modernas a realidade é que os clientes não se animam em freqüentá-lo.

No shopping popular da Ceilândia, uma medida do GDF foi impar na falta de clientes. O governo tirou o Na Hora do centro da Ceilândia e levou para dentro do shopping popular.

Guarda Janio acredita que esta medida poderia melhorar o movimento do shopping popular de Brasília. O Na Hora traria movimento dos trabalhadores e freqüentadores da feira dos importados, do Ceasa e do SIA, além de atrair os moradores do Cruzeiro, Guará, Estrutural, Setor Militar Urbano e até mesmo Vicente Pires, Guará, Octogonal e Sudoeste.

Pelo menos no meio da semana teria um motivo para a população freqüentar o shopping popular de Brasília. Com boas mercadorias, um bom atendimento e preços justos, tenho certeza de que a melhoria no movimento viria. E a partir do movimento não tenho duvida de que o shopping se transformaria num enorme gerador de empregos, afirma o Guarda Janio.

Por Sandro Gianelli

COMPARTILHAR
Artigo anteriorCampanha Política na Internet
Próximo artigoTime do Buriti entra em campo
Consultor em Marketing Político; especialista em pesquisa de opinião pública; editor do Portal Conectado ao Poder; escreve a coluna On´s e Off´s, de segunda a sexta, no Jornal Alô Brasília; apresenta o programa Conectado ao Poder, aos sábados, das 6h às 8h, na Rádio 104,1 Metrópoles FM. É presidente da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno.

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*

code