Obra em via no DF é retomada com atraso e 24% mais cara que anunciado

denio_simoesPista que liga DF a Águas Lindas terá 3,8 km asfaltados por R$ 6,7 milhões.
Previsão inicial era de que intervenção terminasse em abril do ano passado.

As obras para pavimentação de 3,8 quilômetros da Rodovia Vicinal 533 – pista que liga Brazlândia a Águas Lindas, no Entorno – foram retomadas pelo governo do Distrito Federal nesta segunda-feira (26) com um ano de atraso em relação ao prazo inicial para conclusão e 24% mais caras do que o anunciado. De acordo com o Executivo, o serviço foi orçado em R$ 5,4 milhões. Um aditivo publicado no Diário Oficial, no entanto, aumentou o investimento em R$ 1,3 milhão para incluir “condicionantes ambientais”.

“Essa obra vai melhorar minha vida em todos os sentidos. Constantemente, tenho que gastar com pneu que estoura, suspensão que quebra”
Ângelo Fábio Arrais,
morador do Entorno

O DER informou que na época da assinatura do contrato, em novembro de 2013, não se considerou que a pista está em área de preservação ambiental e de passagem de animais. A previsão era de que a intervenção acabasse em até 150 dias. O GDF declarou, porém, que a pavimentação só começou em setembro do ano passado e foi interrompida três meses depois por falta de verba. Foram concluídos 30% do asfalto no período.

A vicinal 533 liga a ponte do Rio Descoberto, no setor rural Padre Lúcio, em Águas Lindas de Goiás (GO), à BR-080, em Brazlândia. A expectativa é que a pavimentação deste trecho facilite o escoamento da produção agrícola dos chacareiros, torne o trajeto mais rápido e seguro para os motoristas e melhore o tráfego de ônibus escolares que transportam as crianças do setor rural para Brazlândia.

Durante a cerimônia para retomada das obras nesta segunda, o governador Rodrigo Rollemberg destacou a iniciativa. “Essa obra também amplia a integração entre Brazlândia e Águas Lindas e reitera nosso compromisso de asfaltar todas as estradas vicinais em áreas rurais e todos os acessos a escolas de Brasília.”

Também estão previstos no contrato os serviços de terraplenagem, paisagismo, drenagem, obras complementares e sinalização. O GDF disse ainda que trecho entre o entroncamento da vicinal 533 com as rodovias BR-080, BR-251 e DF-180 e a divisa com o estado de Goiás vai ganhar uma ciclovia.

Até agora, foram pagos R$ 1,5 milhão do valor do contrato. O restante será custeado com recursos vindos de empréstimo junto ao Banco do Brasil. De acordo com o GDF, a entidade cedeu R$ 500 milhões, em 29 de janeiro, exclusivamente para investimentos em mobilidade e infraestrutura.
A nova previsão é de que a obra acabe em 120 dias. O morador do Entorno Ângelo Fábio Arrais, de 44 anos, disse à Agência Brasília que já gastou R$ 320 com o conserto do carro, por causa das más condições do trecho, usado por ele diariamente para se deslocar de casa ao trabalho, no Plano Piloto.

“Essa obra vai melhorar minha vida em todos os sentidos. Constantemente, tenho que gastar com pneu que estoura, suspensão que quebra”, declarou.

Motoristas e moradores que utilizam a via também se queixam da poeira e do barro. “Pego o ônibus aqui para chegar em casa. Além da demora, chego em casa só a terra, só o barro”, afirmou o graniteiro Reginaldo dos Santos.

“Você está vendo a situação. Olha o outro carro de frente aí, como é que vem. A ponte é estreita. Tem que parar para poder o outro passar. Olha só a situação. Crítica”, completou o mestre de obras Francisco Chagas.

Outras obras

O governo do Distrito Federal anunciou no início do mês que iniciaria obras de pavimentação, sinalização e duplicação de rodovias distritais em seis regiões administrativas. O investimento tem custo de R$ 34 milhões e está sob responsabilidade do DER.

As regiões são Jardim Botânico, Lago Sul, São Sebastião, Planaltina, Gama e Brazlândia. A previsão é que as obras terminem 180 dias após iniciadas. Segundo o Executivo, o recurso veio do empréstimo de R$ 500 milhões feito pelo governo junto ao Banco do Brasil em 29 de janeiro, com destinação exclusiva para obras de mobilidade e de infraestrutura.der

Publicação oficial traz acréscimo no valor do contrato para pavimentação de rodovia no DF (Foto: Diário Oficial do DF/Reprodução)

No Lago Sul e Jardim Botânico está prevista a restauração de quatro quilômetros da DF-035, que liga a DF-025 à DF-001, além de serviços de sinalização horizontal. O investimento previsto na região é de R$ 4,2 milhões.

A DF-463, que liga São Sebastião à DF-001, terá a duplicação retomada. Os 3,9 quilômetros, em obra ao custo de R$ 6,7 milhões, também passarão pela adequação dos acessos ao Jardins Mangueiral e ao Jardim Botânico III.

Na região de Planaltina, será pavimentado o trecho da DF-131 que liga as rodovias DF-205 à DF-128. As obras previstas englobam serviços de terraplenagem, pavimentação, drenagem e sinalização, além de serviços complementares e de recuperação do meio ambiente, com valor previsto de R$ 11,6 milhões.

No Gama, está prevista a construção da marginal da DF-480, no trecho entre a DF-001, próximo à entrada da região e à Universidade de Brasília. Os R$ 6,1 milhões previstos incluem serviços de terraplenagem, pavimentação, drenagem, sinalização, obras complementares e de recuperação do meio ambiente.

A sexta obra é a pavimentação da Rodovia Vicinal 533, entre Brazlândia e Águas Lindas.

Fonte: G1 DF

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*

code