“Pátria Livre quer eleger pelo menos um distrital puro sangue”, disse Rodrigo de Paula

Por Sandro Gianelli

Rodrigo de Paula, vice-presidente do PPL / Reprodução da internet
Rodrigo de Paula, vice-presidente do PPL / Reprodução da internet

O vice-presidente do PPL do Distrito Federal Rodrigo de Paula concedeu entrevista para a Coluna On´s e Off´s. Rodrigo é Professor com Doutorado, fundador e primeiro presidente do Sindicato dos Professores em Estabelecimentos de Ensino do Distrito Federal (SINPROEP-DF). Confira um resumo das declarações:

Como está a nominada do PPL para a Câmara Legislativa?

O PPL conta com 30 pré-candidatos a deputado distrital, sendo que 15 possuem media de 1.500 votos, alguns com média de votação de até três mil votos e 4 pré-candidatos com votação média entre 5 e 7 mil votos.

O partido já fechou a nominata ou ainda está em busca de novos filiados que tenham o interesse em concorrer nas eleições de 2018?

Até dia 7 de abril pretendemos filiar outros pré-candidatos com no máximo 7 mil votos e atingir o quociente para eleger um distrital sozinho.

O PPL terá candidatura puro sangue ou fará coligação com outro partido?

Se formos coligar com outro partido, o partido terá que ter o mesmo potencial eleitoral do PPL, para que unidos possamos tentar eleger 2 deputados distritais.

E em relação a nominata para a Câmara Federal?

Estamos construindo uma nominata para Deputado Federal com outros 4 partidos. O acordo é que cada partido apresente candidatos que somem entre 40 e 50 mil votos, de modo a eleger pelo menos um Deputado Federal.

* A Coluna é escrita por Sandro Gianelli e publicada de segunda a sexta no Portal Conectado ao Poder, no Jornal Alô Brasília e no Portal Alô Brasília

3d4

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here

*

code

Please enter your comment!