Preocupada com 16 de agosto, Dilma acena a movimentos de esquerda

alx_presidente-dilma-20150617-11_originalPresidente busca apoio diante do agravamento da crise política e dos protestos convocados para o próximo domingo, diz jornal.

Acuada diante do agravamento da crise política, a presidente Dilma Rousseff decidiu fazer um aceno a movimentos de esquerda em busca de apoio na semana que antecede as manifestações contra o governo agendadas para 16 de agosto. Segundo reportagem desta segunda-feira do jornal Folha de S. Paulo, a petista planeja se reunir com representantes da União Nacional dos Estudantes (UNE) e do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST). O encontro no Planalto deve ocorrer na quinta-feira. Dois dias antes, Dilma vai receber membros da Marcha das Margaridas, que reúne trabalhadoras rurais.

Segundo o jornal, embora ainda não haja uma medição interna sobre o público das manifestações do próximo domingo, a cúpula do governo avalia que os protestos terão uma grande adesão. Alguns ministros e petistas afirmaram, na semana passada, que poderia “ser o começo do fim”, caso o governo não reagisse. A falta de diálogo com movimentos sociais é uma das principais críticas feitas à presidente.

Fonte: veja.abril.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*

code