Presidente do Coaf diz que R$ 1,381 bi monitorado foi de dinheiro em espécie

20150707233951Segundo Rodrigues, o levantamento do Coaf abrangeu 8.918 comunicações de movimentações financeiras de 27.579 pessoas física e jurídica.

O presidente do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), Antonio Gustavo Rodrigues, disse que dos R$ 51,9 bilhões movimentados em operações financeiras atípicas monitorados para a Operação Lava Jato, R$ 1,381 bilhão foi de dinheiro em espécie.

Segundo Rodrigues, o levantamento do Coaf abrangeu 8.918 comunicações de movimentações financeiras de 27.579 pessoas física e jurídica. “Mas não quer dizer que todo mundo está mancomunado”, ressalvou.

Rodrigues explicou que nesse tipo de investigação é apurada toda a rede que movimentou os recursos, seja dinheiro em espécie ou investimentos. “Tem gente que pode ter entrado de gaiato. A investigação é que vai dizer”, explicou aos jornalistas. O Coaf produziu até o momento 267 relatórios às autoridades da Operação Lava Jato.

Durante seu depoimento na CPI da Petrobras, nesta terça-feira, 7, Rodrigues negou que bancos tenham sido coniventes com as operações de lavagem de dinheiro investigadas na Lava Jato e que o sistema funcionou ao identificar irregularidades. Ele lamentou que figuras já conhecidas desse tipo de crime, como o doleiro Alberto Youssef e o empresário Lúcio Funaro, tenham continuado operando por falta de medidas restritivas.

 Fonte: Jornal de Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*

code