Projeto prevê pavimentação ecológica das vias do DF

Autora da lei que determina a pavimentação ecológica ou permeável das ruas internas dos condomínios residenciais, a deputada distrital Luzia de Paula, por meio de outro projeto que altera a lei antiga, estende esse tipo de pavimentação às demais vias coletoras ou locais do Distrito Federal.

A pavimentação ecológica, conforme previsto na proposta, permite o escoamento de água e a recarga de aquífero e pode ser executada em blocos de concreto do tipo intertravado rejuntados com areia, blocos vazados preenchidos com grama, asfalto poroso ou concreto poroso.

A parlamentar explica que vias coletoras, como o nome já diz, são aquelas destinadas a coletar e distribuir o trânsito, especialmente para atender aos condutores que têm a necessidade de entrar ou sair das vias de trânsito rápido ou arteriais, possibilitando um tráfego mais fácil dentro das regiões da cidade, cuja velocidade máxima é limitada a 40 km/h. Já as vias locais são caracterizadas por interseções em nível não semaforizadas, destinada apenas ao acesso local ou a áreas restritas, com velocidade de até 30 km/h.

Em defesa do seu projeto, Luzia de Paula afirma que o “GDF e os condomínios particulares vêm há algum tempo pavimentando suas vias com material ecológico ou permeável, que, além de ser mais sustentável quanto ao aspecto ambiental, contribui para facilitar o escoamento de água e a recarga de aquífero, ou seja, os benefícios para o meio ambiente são imensuráveis, mesmo porque o asfalto obtido através da destilação do petróleo é extremamente poluente e causa sérios danos ambientais e, consequentemente, prejudica a saúde humana”.

Aprovado em dois turnos na Câmara Legislativa, o projeto, com redação final já elaborada, segue agora à sanção do Governador do Distrito Federal.

Fonte: Ascom Luzia de Paula

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*

code