brasilia.qxdA possibilidade (factível) de que o empresário José Batista Júnior Friboi embarque nos quadros do PMDB, e costure um acordo com o PT para ser a cabeça de chapa na disputa ao governo em 2014, mexe com muita gente. Como tudo ainda é só especulação, pois esta decisão sequer foi discutida com os caciques das duas legendas, lideranças petistas da Região Metropolitana do Distrito Federal (RemDF) movimentam-se, discretamente, para colocar o nome do vice-prefeito de Luziânia, Didi Viana, na discussão para vice da coligação PT-PMDB.

Estas lideranças, tanto de Brasília quanto da RemDF, avaliam que o peso de ter o governador Agnelo Queiroz e a prefeita de Valparaíso, Lucimar Nascimento, ajuda e muito na indicação de “um fato novo” nos nomes para compor a futura chapa de oposição. Soma-se, ainda, a força do ex-deputado federal Marcelo Melo, peemedista e candidato novamente a uma vaga na Câmara. Segundo eles, Marcelo é um nome respeitado na região por conta de seu trabalho, tanto quando era deputado bem como agora à frente de uma diretoria da Conab.

O Jornal Opção conversou rapidamente com o vice-prefeito Didi Viana sobre o assunto, mas ele se limitou a dizer que desconhece esta movimentação. “Estou focado no meu trabalho como vice em Luziânia e este assunto quem decide é o PT.” Pelo sim ou pelo não, a oposição começa a sonhar com 2014.

Fonte: Jornal Opção

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui