Seminário sobre alimentação saudável movimenta a Câmara Legislativa

“A alimentação é tão importante que deveria existir um ministério do governo federal e secretarias estaduais para cuidarem do assunto”. Foi o que disse hoje o presidente da Câmara Legislativa, Joe Valle (PDT), ao abrir a programação do “Seminário Alimentação Saudável”, que contará com uma série de atividades durante toda esta sexta-feira (1º) na sede do Legislativo local. A programação teve início com a primeira colheita da horta urbana da Casa, seguida de roda de conversa com a participação de pessoas interessadas no tema. O presidente da CLDF aproveitou a presença de representantes do governo para pedir celeridade na regulamentação da lei que trata das hortas urbanas no DF.

Segundo Joe Valle, o seminário foi organizado pela Frente Parlamentar para a Promoção do Desenvolvimento Social do DF e tem como objetivo promover a saúde e a segurança alimentar e nutricional da população do DF por meio de debates e divulgação de experiências bem-sucedidas de agricultura urbana. Neste sentido, pretende-se incentivar o consumo de alimentos in natura e menos processados; promover o conhecimento dos alimentos do Cerrado, sua diversidade e seu potencial nutricional; e difundir as sabedorias tradicionais sobre ervas medicinais e sobre as plantas alimentícias não convencionais (pancs).

O deputado lembrou que o evento integra a programação do programa colaborativo “Virada do Cerrado” – mobilização para a educação ambiental, que realiza atividades integrando o DF em um grande movimento pela sustentabilidade, destacando boas experiências e melhores práticas. Água é o tema deste ano, focando em soluções para assegurar a disponibilidade hídrica. A “Virada do Cerrado” acontece de 1º a 3 de setembro.

Na Casa – As atividades do “Seminário Alimentação Saudável” tiveram início na Praça do Servidor, espaço de convivência do Legislativo local. Além da colheita de hortaliças e replantio da horta, foram montadas barracas nas quais o público pode conhecer, experimentar e aprender sobre diversos alimentos. Também estão sendo apresentados projetos, atividades e campanhas governamentais voltados ao tema e iniciativas da sociedade civil, como E-Cozinha e Gastronomia Social.

Foi realizada uma oficina na qual o público teve a oportunidade de aprender a produzir xampu utilizando ervas medicinais colhidas na horta. Ao mesmo tempo, a Frente Parlamentar Ambientalista da CLDF abordou o tema do “Pacto pela Água no DF”, enquanto o Laboratório Hacker de Inovação da Câmara Legislativa (Labhinova) promove rodas de conversa sobre leis e projetos em tramitação na Casa, referentes ao tema do seminário.

IMG_2205Aula-show – No período da tarde, a programação do seminário será dedicada a debates, reflexões e experiências, bem como a uma “aula-show” do professor Marcos Lelis, do IESB, especialista em alimentação saudável, na qual serão preparados dois pratos com plantas alimentícias não convencionais (pancs) e alimentos nativos do Cerrado. E dois temas estarão em discussão: saúde e sustentabilidade ambiental, e agricultura urbana e periurbana.

A abertura do evento contou com a presença de representantes de diversos órgãos públicos e entidades privadas ligadas à produção de alimentos, desenvolvimento social e sustentabilidade, entre eles, Secretaria de Agricultura; Secretaria do Meio Ambiente; Secretaria de Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos; Secretaria de Economia e Desenvolvimento Sustentável; Ibram, Emater, Terra Azul, Aliança pela Água e Associação dos Nutricionistas de Brasília, além de representantes de diversos gabinetes parlamentares.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here

*

code

Please enter your comment!