Setembro Amarelo alerta para a prevenção do suicídio em Valparaíso

Abertura da campanha aconteceu nesta terça-feira (03), no auditório da Secretaria Municipal de Educação

O Setembro Amarelo, campanha de conscientização e prevenção do suicídio, contou com uma abertura oficial nesta terça-feira (03), em Valparaíso de Goiás. O evento realizado pelo Governo Municipal, em parceria com a Rede Internacional de Excelência Jurídica do DF – RIEXDF, aconteceu no auditório da Secretaria Municipal de Educação, na Rua 17 do bairro Jardim Oriente.

O objetivo da mobilização na cidade é alertar as pessoas que o suicídio pode ser evitado e que existem diversas formas de prevenção. Além disso, a iniciativa busca informar que o problema é normalmente motivado pela depressão e que essa é uma questão de saúde pública.

O prefeito Pábio Mossoró destacou que este é um momento para reflexão e que as pessoas devem amar o próximo. De acordo com ele, falar sobre o assunto, conscientizar, dialogar e informar é essencial para salvar vidas. “Este é um dia importante para que possamos trabalhar a valorização da vida”, ressaltou.

Segundo a secretária de Educação, Rudilene Nobre, o município tem evoluído bastante nos últimos anos, e uma prova disso foi a abertura de sucesso da campanha de prevenção do suicídio. Ela também destacou o papel fundamental da orientadora educacional, Mônica Tatiana Silva, do professor, Marcus Sant’ana, e dos demais profissionais envolvidos no desenvolvimento do projeto em Valparaíso. “Nós estamos aqui para falar de um tema fundamental, a valorização da vida. A ideia é olhar quem está ao nosso lado e prestar muita atenção. Porque às vezes quem está sorrindo, pode estar sofrendo”, afirmou.

De acordo com o secretário de Saúde, Dr. Leonardo Esteves, hoje a cidade conta com quatro psiquiatras, dois no CAPS, um no Centro de Reabilitação e um na Etapa C. “A melhor maneira de prevenir o suicídio é desejar o bem e propagar energias positivas”, comentou.

O secretário municipal de Assistência Social e Cidadania, Francisco Ribeiro, lembrou que teve o privilégio de participar das reuniões da comissão organizadora do Setembro Amarelo. “Nestes encontros eu pude perceber, o empenho de todos os profissionais, tanto da Saúde quanto da Educação, também das universidades que estão conosco neste projeto”, completou.  

Números e prevenção

Nove em cada dez mortes por suicídio podem ser evitadas. O dado, da Organização Mundial da Saúde (OMS), indica que a prevenção é fundamental para reverter essa situação, garantindo ajuda e atenção adequadas. A primeira medida preventiva é a educação. É preciso perder o medo de se falar sobre o assunto. O caminho é quebrar tabus e compartilhar informações. Esclarecer, conscientizar, estimular o diálogo e abrir espaço para campanhas contribuem para tirar o assunto da invisibilidade e, assim, mudar essa realidade. 

Hoje, 32 brasileiros se suicidam diariamente. No mundo, ocorre uma morte a cada 40 segundos. Aproximadamente 1 milhão de pessoas se matam a cada ano. Sabe-se que os números são muito maiores, pois a subnotificação é reconhecida. Além disso, os especialistas estimam que o total de tentativas supere o de suicídios em pelo menos dez vezes.  

COMPARTILHAR
Artigo anteriorVídeo | Conectado ao Poder – 07/09/2019
Próximo artigoBRB bate recorde e vende maior número de cartões de crédito da história
Consultor em Marketing Político; especialista em pesquisa de opinião pública; editor do Portal Conectado ao Poder; escreve a coluna On´s e Off´s, de segunda a sexta, no Jornal Alô Brasília; apresenta o programa Conectado ao Poder, aos sábados, das 6h às 8h, na Rádio 104,1 Metrópoles FM. É presidente da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*

code