Sóstenes Cavalcante defende rigor na CPI da Petrobras

DSC_0141“O Parlamento deve passar a limpo tudo que se refere ao escândalo de corrupção na Petrobras, vou cobrar os esclarecimentos que o País merece”.

Empossado no dia 1 de fevereiro, após ser eleitos com mais de 104 mil votos pelo Estado do Rio de Janeiro, o deputado federal Sóstenes Cavalcante (PSD-RJ), em seu primeiro pronunciamento no Plenário da Câmara dos Deputados, elogiou a criação da CPI (Comissões Parlamentares de Inquérito) da Petrobras.

“Não vamos aceitar que empresas públicas, como a Petrobras, que nos enchem de orgulho e satisfação, sejam saqueadas como vem ocorrendo. Assinei a CPI da Petrobras e vou trabalhar para pertencer ao colegiado e investigar tudo o que for necessário e contribuir para identificar possíveis culpados”.

De acordo com o requerimento de criação assinado pelo deputado Sóstenes Cavalcante e mais 181 parlamentares, a comissão vai investigar a prática de atos ilícitos e irregularidades no âmbito da Petrobras entre os anos de 2005 e 2015, relacionados a superfaturamento e gestão temerária na construção de refinarias no Brasil; a constituição de empresas subsidiárias e sociedades de propósito específico pela Petrobras com o fim de praticar atos ilícitos; ao superfaturamento e gestão temerária na construção e afretamento de navios de transporte, navios-plataforma e navios-sonda e as irregularidades na operação da companhia Sete Brasil e na venda de ativos da empresa na África.

“O Parlamento deve passar a limpo tudo o que se refere ao escândalo de corrupção na Petrobrás. Vou cobrar os esclarecimentos que o País merece”, enfatizou o parlamentar.

Ainda em seu discurso, o deputado  informou que assinou o pedido de urgência para a análise da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 300/08 que estabelece o piso salarial para policiais militares, civis e bombeiros militares. “Minha principal intenção no Parlamento é defender os interesses dos brasileiros, e a PEC 300 é uma solicitação desses profissionais de todo o país.”

Ao final, o deputado garantiu que vai se dedicar a propostas de prevenção e recuperação de dependentes químicos em defesa da família.

Na primeira semana de seu mandato, além da CPI da Petrobras, o deputado Sóstenes Cavalcante também assinou o apoio à criação de outras duas CPIs e seis CPMIs (Comissão Parlamentar Mista de Inquérito) contra a corrupção da Petrobras, BNDES, Pronaf, setor elétrico, fundos de pensão  e plano de saúde.

Fonte: Jaqueline Mendes Assessora de Imprensa

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*

code