Suprema Corte dos EUA legaliza casamento gay em todos os estados

Supreme Court Rules In Favor Of Gay MarriageDecisão histórica foi celebrada por ativistas no lado de fora do tribunal.

Washington, Estados Unidos - A Suprema Corte dos Estados Unidos legalizou nesta sexta-feira o casamento homossexual em todos os estados do país, em uma das decisões mais esperadas nas últimas décadas. Em uma decisão histórica, o máximo tribunal do país decidiu, com cinco votos a favor e quatro contra, que a Constituição requer que os estados realizem e reconheçam o casamento entre duas pessoas do mesmo sexo.

Nos arredores do edifício da Corte em Washington, uma multidão celebrou a decisão com gritos e agitando a bandeira do arco-íris, símbolo universal dos direitos homossexuais. Dois anos depois de ter decretado que o casamento não era exclusivo dos casais heterossexuais, a Corte julgou que os 14 estados que atualmente se negam a unir duas pessoas do mesmo sexo devem agora casá-las e também reconhecer seu casamento se ele foi celebrado em outra jurisdição.

Em nome do princípio de igualdade de todos perante a lei, “a 14ª Emenda (da Constituição) requer que um estado celebre o casamento entre duas pessoas do mesmo sexo”, escreveu o juiz Anthony Kennedy, expressando a decisão da maioria da Suprema Corte. “O direito ao casamento é fundamental”, disse.

O magistrado conservador uniu seu voto ao de quatro magistrados progressistas do tribunal para permitir que gays e lésbicas possam se casar em todos os cantos dos Estados Unidos. O presidente da Corte, John Roberts, se opôs à decisão, assim como os outros três juízes conservadores.

Grande passo
O presidente americano, Barack Obama, elogiou nesta sexta-feira (26/6) a decisão da Suprema Corte que legalizou o casamento homossexual ao longo do país, uma nova vitória para a Casa Branca. O perfil do governo no Facebook foi alterado com as cores do arco-íris. “Hoje é um grande passo em nossa marcha em direção à igualdade. Os casais gays e lésbicas agora têm o direito de se casar, como qualquer outro”, escreveu Obama em sua conta no Twitter.

Fonte: Correio Braziliense

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here

*

code

Please enter your comment!