Taxistas já têm novo ponto de apoio próximo ao aeroporto



foto_26082015085747Mudança para área permanente cedida pelo governo de Brasília começou na noite da última segunda-feira (24).

Cerca de 1,8 mil táxis e radiotáxis que prestam serviço na região do Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek começaram, nesta terça-feira (25), a usar o novo ponto de apoio na região cedido pelo governo de Brasília. De caráter definitivo, o espaço dará suporte àqueles que aguardam atendimento no desembarque de passageiros dos Terminais 1 e 2 e é resultado de negociação entre a Secretaria de Mobilidade e o sindicato da categoria.

Próximo ao balão do aeroporto, o terreno foi cedido pela Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap). A estrutura de banheiros, telefonia e iluminação ficará a cargo dos taxistas, que também se comprometeram a equipar o local com as instalações necessárias ao serviço.

De acordo com o Sindicato dos Permissionários de Táxis e Motoristas Auxiliares, os sindicalizados continuarão pagando R$ 1 por corrida feita a partir daquele ponto. Segundo a presidente da entidade, Maria do Bonfim Pereira de Santana, o rateio será aplicado na manutenção do espaço.

A Inframérica, empresa que tem a concessão do aeroporto, já havia oferecido um espaço provisório aos taxistas no terminal de cargas até que o definitivo estivesse pronto. O sindicato, porém, recusou a proposta por considerar pequena a área de suporte, incapaz de abrigar os 1,8 mil profissionais que atendem por ali.

Responsabilidade
Na nova área, o controle de veículos será de responsabilidade da Secretaria de Mobilidade e de uma comissão formada por representantes dos taxistas. Já a fila — que estabelece a ordem de atendimento no desembarque de passageiros — será fiscalizada por auditores da Subsecretaria de Fiscalização, Auditoria e Controle, da Secretaria de Mobilidade. Diariamente, são feitas cerca de 3 mil viagens.

Funcionários do sindicato seguirão no desembarque do aeroporto, de onde informam via rádio a chegada de voos e a estimativa de quantos carros serão necessários. A partir daí, atendentes no ponto de apoio encaminham a quantidade de carros solicitada.

Adiamento
O chefe-substituto da Unidade Especial de Gestão do Transporte Público Individual, da Secretaria de Mobilidade, Gustavo Vinícius Chaves, diz que a mudança deveria ter ocorrido na semana passada. “O sindicato da categoria tentou postergar a saída do espaço ocupado, mas a portaria expedida ontem (24) e publicada hoje no Diário Oficial do Distrito Federal [página 20] determinou a transferência imediata.”

A Portaria nº 61, de 24 de agosto de 2015, destaca como infração grave e passível de punição a permanência no local antigo, na altura do Lote 6 da Estrada Parque Aeroporto. Outra determinação é que o embarque apenas será feito em local devidamente identificado, e a espera dos passageiros não pode ultrapassar dois minutos.

De acordo com a secretaria, os taxistas estavam havia pelo menos 29 anos em uma área de propriedade do aeroporto e precisaram deixar a região em cumprimento de ordem de reintegração de posse.

Fonte: Jornal Alô Brasília

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*

code