Tesoureiro do PT, João Vaccari Neto é preso em nova fase da Lava Jato



CPI_tesoureiro-do-PT_Joao-Vaccari-Neto02O tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, foi preso pela Polícia Federal nesta quarta-feira, na casa dele, em São Paulo, na 12ª fase da Operação Lava Jato. Ele será levado ainda hoje para a superintendência da PF em Curitiba, que comanda as investigações sobre o esquema de corrupção na Petrobras.

Vaccari responde a processo relacionado à Lava Jato sob acusação de receber doações para o PT oriundas de propinas pagas por empreiteiras para a obtenção de contratos com a Petrobras. Segundo o Ministério Público Federal, o tesoureiro do PT tinha conhecimento da origem ilícita das doações. Vaccari e o partido negam as acusações.

Na última quinta-feira (9), o tesoureiro do PT negou na CPI da Petrobras ter tratado das finanças do partido com executivos da Petrobras envolvidos na operação. Vaccari reiterou que todas as doações recebidas pelo PT estão restritamente dentro da legislação vigente e são contabilizadas e declaradas à Justiça Eleitoral.

“Todas as doações que recebemos são escrituradas, são feitas via transações bancárias e informadas ao TSE”, afirmou.

O tesoureiro admitiu conhecer Alberto Youssef, mas disse que nunca tratou de assunto de doações financeiras com os ex-diretores da Petrobras Paulo Roberto Costa, Nestor Cerveró e Renato Duque, nem com o ex-gerente Pedro Barusco e o doleiro, todos investigados por ligação com o esquema de pagamento de propina a partidos e políticos.

Operação Lava Jato

A Polícia Federal cumpre quatro ordens judiciais na 12ª Fase da Operação Lava Jato, na manhã desta quarta-feira, em São Paulo. Estão sendo cumpridos um mandado de busca e apreensão, um mandado de prisão preventiva (Vaccari Neto), um mandado de prisão temporária (Maurice Correa de Lima, cunhada de Vaccari Neto) e um mandado de condução coercitiva, quando a pessoa é obrigada a prestar depoimento (Giselda Rose de Lima, mulher de Vaccari Neto).

Os presos deverão ser levados imediatamente para a Superintendência da Polícia Federal no Paraná.

Fonte: band.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*

code