TJDFT inocenta 3 na Pandora

Roberto Giffoni discursando durante reunião política nas eleições de 2010. Foto: Daniel Cardoso

Depois de oito anos a Caixa de Pandora tem os primeiros inocentados em ação de improbidade. Nem a lava a jato deixou de reconhecer a inocência de alguns acusados. Com isto a sexta turma do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) manteve a sentença que absolveu o ex vice governador Paulo Octávio e os ex secretários Ricardo Penna e Roberto Giffoni. A decisão chega a afirmar que “não há elementos mínimos para a condenação por absoluta falta de provas.” Na referida ação, o delator Durval Barbosa, réu confesso, foi condenado a devolver 64 milhões de reais desviados aos cofres públicos do DF.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorVídeo | Conectado ao Poder – 15/12/2018
Próximo artigoJaqueline Silva assume presidência do PTB-DF
Consultor em Marketing Político; especialista em pesquisa de opinião pública; editor do Portal Conectado ao Poder; escreve a coluna On´s e Off´s, de segunda a sexta, no Jornal Alô Brasília; apresenta o programa Conectado ao Poder, aos sábados, das 6h às 8h, na Rádio 104,1 Metrópoles FM. É presidente da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*

code