Tocha olímpica é exibida e revezamento deve atingir até 90% da população nacional

20150703135644293836e1 O revezamento da tocha olímpica, apresentada nesta sexta-feira em Brasília, deverá atingir até 90% da população brasileira, seja acompanhando o percurso in loco, seja interagindo pelas redes sociais. Essa é a previsão do Comitê Rio-2016, que vê no engajamento da população uma das principais marcas do tour.

“A gente tem uma estimativa de que o revezamento vai impactar 90% da população. Ela passará por todas as capitais, fora as cidades vizinhas. Existe uma concentração muito grande de pessoas nessas áreas”, considera Leonardo Caetano, diretor de Cerimônias do comitê.

Entre as cidades em que a tocha passará efetivamente durante o revezamento e outras nas quais ela atravessará durante o percurso entre um estado e outro, cerca de 500 municípios terão recebido a chama olímpica, um dos símbolos máximos da Olimpíada. No total, serão 20 mil quilômetros percorridos por terra, além de dez mil milhas pelo ar.

“Esse revezamento na verdade é uma grande contagem regressiva para as pessoas irem para os Jogos”, pondera Caetano. “Ela passará por símbolos do Brasil, como Fernando de Noronha e Foz do Iguaçu. O resultado final é um grande engajamento.”

A tocha olímpica dos Jogos do Rio foi concebida em apenas dois meses. Nesse período, a equipe dos designers Gustavo Chelles e Romy Hayashi imergiu na história olímpica e brasileira e desenvolveu 200 conceitos diferentes até chegar ao modelo apresentando em Brasília.

“Esse prazo era relativamente curto. O modelo da tocha tem de ser bem aceito por culturas diferentes”, considera Chelles. “A tocha tem de representar muito bem os valores olímpicos, mas também ter a cara do Rio e do Brasil”, pondera Beth Lula, diretora de Marcas do Comitê Rio-2016.

Beth conta que a escolha pelo modelo vencedor acabou sendo uma tarefa fácil. “Ela foi escolhida por unanimidade. Foi a escolha mais rápida que participei. Tínhamos uma comissão formada por 11 membros, incluindo dois profissionais do mercado. A empresa vencedora conseguiu pegar o traço, a sutileza e nossas formas orgânicas.”

CORES E MOVIMENTO

O grande diferencial da tocha dos Jogos do Rio-2016 está no momento do “beijo” – quando uma tocha encosta na outra para transmitir a chama olímpica durante o revezamento. Nesse instante, a tocha ganha cores e movimento.

“Como conceito, queríamos algo inovador. A tocha, quando está em repouso, fica fechada e toda branca. Quando acionamos o gás, ela se abre e revela cores que remetem ao País”, destaca Gustavo. “Começa com uma cor que remete ao solo do Brasil e ao calçadão de Copacabana, passa pelas ondas do mar do nosso litoral com o azul, vai se esverdeando como nossas matas, e termina com um amarelo que representa tanto o sol quanto o ouro olímpico.”

CRIAÇÃO

O designer conta que a equipe que cuidou diretamente da confecção do símbolo foi formada por oito profissionais de diferentes áreas, alguns com visão mais técnica. Com 21 anos de mercado, a Chelles e Hayashi atua numa área voltada a eletrodomésticos, utensílios e perfumaria. Produzir a tocha olímpica seria um desafio totalmente diferente – e foi justamente isso que motivou a equipe.

“A gente recebeu um convite do Comitê Rio-2016 para fazer parte do processo de concorrência. Quando a gente recebeu o convite achou que seria um projeto bem bacana, porque não é o tipo de coisa que a gente costuma fazer. Normalmente a gente tem muita limitação, e esse processo era mais inspiradora”, explica Gustavo.

No total, 76 empresas se inscreveram no processo, que começou em maio do ano passado. Trinta delas seguiram para a segunda etapa, na qual apresentaram seus portfólios. “Nossa equipe selecionou dez delas”, conta Beth. “Elas passaram por uma imersão aqui no Comitê Rio por um dia, quando falamos sobre valores olímpicos e o que representa o movimento da tocha olímpica.”

20150703135810173323iPresidente Dilma Rousseff (E), com o presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, Carlos Arthur Nuzman.

Para chegar ao modelo final, Gustavo revela que cerca de 200 conceitos diferentes foram trabalhados por sua equipe. “Foi bem colaborativo”, afirma. Fotos de todas as tochas olímpicas e de competições regionais foram coladas nas paredes para que a dos Jogos do Rio não ficasse parecida.

“Nossa ideia é que ela tivesse expressão de brasileirada, cultura popular, artistas brasileiros. Estudamos iconografia de objetos antigos, do Rio, formas de inovação e tochas do mundo inteiro.” O resultado final agradou ao Comitê Rio e à equipe de Gustavo e Hayashi. “Tenho a expectativa que a tocha emocione também às pessoas.”

 

PERCURSO

Trajeto completo da tocha olímpica no Brasil, antes dos Jogos Olímpicos do Rio

20150703135501614316iO trajeto da tocha irá abranger cerca de 300 cidades brasileiras, mas ela irá pernaoitar somente em algumas. A lista de onte ela irá passar a noite começa em Brasília, seguindo depois para Anápolis, Goiânia e Caldas Novas. A seguir, entra em Minas Gerais, passando, pela ordem, por Uberlândia, Patos de Minas, Montes Claros, Curvelo, Governador Valadares, Itabira, Belo Horitzonte e Juiz de Fora.

20150703165033526946i

 

 

 

 

Fonte: Agência Estado

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*

code