TSE julgará perda do mandato do prefeito de Planaltina Goiás

Por Sandro Gianelli

Dr. Davi, prefeito de Planaltina Goiás / Reprodução da internet
Dr. Davi, prefeito de Planaltina Goiás / Reprodução da internet

Julgamento no TSE

O recurso impetrado pelo prefeito de Planaltina Goiás, Dr. Davi, no Tribunal Superior Eleitoral deverá ser julgado hoje (14). Davi teve o mandato cassado em 2017 condenado por prometer empregos em troca de votos e utilizar de bens públicos para fazer propaganda durante a campanha de 2016.

Permaneceu no cargo

O juiz Alano Cardoso e Castro determinou que o prefeito, sua vice e o empresário Nunes Lacerda, dono da Viação Expresso Planaltina fiquem inelegíveis, paguem multa, além da perda do cargo. Davi considerou que o Juiz ignorou todas as provas apresentadas no processo. E recorreu da decisão feita pela segunda instância.

Fim do racionamento

O prefeito de Águas Lindas de Goiás, Hildo do Candango (PTB), comemorou o fim do racionamento anunciado pelo GDF. Para Hildo, duas medidas foram importantes para estabilizar o nível de água da barragem. A economia de água adotada pelo DF e as obras de melhorias na infraestrutura de Águas Lindas realizadas pela prefeitura.

* A Coluna é escrita por Sandro Gianelli e publicada de segunda a sexta no Portal Conectado ao Poder, no Jornal Alô Brasília e no Portal Alô Brasília.

14d6

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*

code