Arruda sofre mais uma condenação

Por Sandro Gianelli

Improbidade Administrativa

A 2ª Vara da Fazenda Pública do Distrito Federal condenou o ex-governador José Roberto Arruda por improbidade administrativa. Ele perdeu os direitos políticos por 12 anos e foi multado em R$ 100 mil.

Decisão Judicial e Provas

O juiz Daniel Eduardo Branco Carnacchioni rejeitou um pedido para não utilizar as provas produzidas por Durval Barbosa, delator da Caixa de Pandora. Ele enfatizou a validação das provas feitas por Durval, que captaram vozes diversas, evidenciando o funcionamento do esquema.

Foco no social

O governador Ibaneis Rocha (MDB) nomeou a primeira-dama, Mayara Noronha, para o Conselho Permanente de Políticas Públicas e Gestão Governamental (CPPGG). Ela atuará como representante da sociedade no órgão. Segundo Ibaneis, o cargo é voluntário e não envolve remuneração. “A primeira-dama irá ajudar a propor políticas públicas para a área de assistência social. Ela está muito próxima dessas pautas. O conselho tinha um viés muito econômico, e temos que focar no social”, disse Ibaneis.

Apoio a Microempresas

A partir de uma iniciativa da deputada distrital Jaqueline Silva (MDB), será lançada na quarta-feira (21) a Frente Parlamentar de Apoio a Microempresas, Empresas de Pequeno Porte e Microempreendedores Individuais. O evento ocorrerá no Plenário da Câmara Legislativa e já conta com a confirmação de mais de 40 entidades vinculadas ao Setor Produtivo.

Quebra de sigilo

O ministro do STF, Alexandre de Moraes, aprovou a quebra de sigilo bancário e fiscal do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) e da primeira-dama Michelle Bolsonaro. Suspeita-se que essas contas tenham recebido valores de vendas de presentes valiosos. A investigação também busca esclarecer o destino de presentes dados a Bolsonaro durante visitas oficiais enquanto era presidente. “Pra que quebrar meu sigilo bancário e fiscal? Bastava me pedir!”, disse a primeira-dama sobre o ocorrido.

Acusação

Simone Tebet (MDB), ministra do Planejamento e Orçamento, pediu a prisão do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). Tebet destacou que o cerco está se fechando ao redor do ex-presidente, resultado das investigações da PF e da CPMI sobre os eventos de 8 de janeiro. A ministra ressaltou que as evidências indicam Bolsonaro como autor e instigador da tentativa de fraudar as urnas eletrônicas e minar a vontade democrática do povo brasileiro na escolha de seu sucessor.

Tá falado

“Graças ao trabalho da PF e da CPI, podemos dizer que o cerco se fechou contra o ex-presidente da República. Ali está claro, está apontado como autor, como mandante da tentativa de fraude às urnas eletrônicas, como tentativa de fraude à decisão sempre legítima do povo brasileiro escolher seu sucessor, de violar, atentar contra a democracia brasileira”, disse Tebet.

Gestão eficiente

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (UB), foi um dos convidados do banco BGT PACTUAL, para participar do painel sobre a potência do agronegócio brasileiro. O evento não apenas analisou os progressos do setor, mas também destacou a importância de uma gestão eficaz para o desenvolvimento regional. “Quando a pessoa tem independência moral, intelectual e assume o governo, o país dá certo. Esse país é rico demais. Peguei meu estado esfacelado, hoje o Goiás tá só na vertical”, disse Caiado.

Incentivo à agricultura

A prefeitura municipal de Novo Gama está promovendo o incentivo à agricultura, convertendo espaços urbanos não habitáveis em áreas de produção de alimentos saudáveis. A horta terá impacto positivo em famílias assistidas pelo Centro de Referência de Assistência Social (CRAS). A nova horta estará situada no centro da cidade, junto ao ginásio Marcelo Viana.

* Sandro Gianelli é consultor em marketing político, especialista em pesquisa de opinião pública, jornalista e radialista. Escreve a Coluna do Gianelli para o portal Conectado ao Poder e apresenta o Rota Atividade, de segunda à sexta, das 6h às 8h, na rádio Atividade (107,1 FM).

Envie uma mensagem para o WhatsApp (61) 98406-8683 caso você tenha alguma notícia relacionada aos bastidores da política e queira vê-la na Coluna do Gianelli.

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui