Da redação

Classe acredita que os R$ 600 beneficiam apenas parte dos profissionais

O auxílio financeiro para os artistas do Distrito Federal caminha para a terceira parcela. No entanto, existe uma parte dos profissionais que avaliam outra possibilidade para a concessão da ajuda do governo.

Para Junior Cabelera, integrante da banda Brasiliana, o GDF deveria ter revestido esse auxílio na produção de evento. “Talvez, se a verba fosse para a transmissão de uma live, ou para a realização de um show drive-in, certamente ajudaria bem mais à classe artística”, avalia durante entrevista ao Programa Conectado ao Poder, da TV União. “Em muitos casos abrange apenas o artista, mas existe toda uma equipe por traz que trabalha nos eventos e estão sem renda”, explica.

A Lei nº 14.017, de 29 de junho de 2020, carinhosamente denominada Lei Aldir Blanc, foi criada com o intuito de promover ações para garantir uma renda emergencial para trabalhadores da Cultura e manutenção dos espaços culturais brasileiros durante o período de pandemia da covid‐19.

De acordo com a vocalista, Elaine Dorea, para suprir a carência de colegas de trabalho, além de pessoas carentes em abrigos, a banda promoveu lives solidárias, quando chegaram a arrecadar cerca de três toneladas de alimentos.

Redes sociais

Com diversas músicas autorais, uma infinidade com covers tipicamente brasileiros, além de poucos clássicos internacionais no repertório; a banda começa a crescer nas redes sociais.

São aproximadamente oito mil seguidores somando Instagram e Facebook e a web tem sido uma aliada do grupo.

“Há 20 anos atrás o artista sempre aparecia para o público por meio da gravadora. Hoje em dia, tem artistas desconhecidos da mídia, mas que tem mais de um milhão de seguidores e musicas com vinte mil acessos nas plataformas digitais”, justifica Cabelera.

Ele compara: “Não que seja sinal de talento, mas é reconhecimento. Muitos desses têm mais seguidores que, por exemplo, Caetano e Gil”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui