EM ALTA: Flávia Arruda ajuda Ibaneis a melhorar a Saúde do DF e é chamada de “Mãe das UPAs”

O diretor-presidente do Instituto de Gestão de Saúde do Distrito Federal (IGESDF),  Francisco Araújo, anunciou que o DF terá no próximo ano seis novas Upas. Cinco delas serão construídas  com recursos da deputada Flávia Arruda (PR-DF), e uma unidade  será construída em Vicente Pires, com recursos de emenda da deputada Celina Leão (PP-DF). No total o DF contará com um conjunto de 12 (Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24hs).

As Upas têm o objetivo de concentrar os atendimentos de saúde de complexidade intermediária, compondo uma rede organizada em conjunto com a atenção básica, atenção hospitalar, atenção domiciliar e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU 192.

Desde fevereiro passado o IGESDF, além de fazer a gestão do Hospital de Base, também assumiu o Hospital Regional de Santa Maria e as seis UPAs já existentes.

Por ser um defensor do fortalecimento da atenção básica de saúde, para evitar a superlotação nos hospitais de alta complexidade, o novo gestor do IGESDF começa a dar forma em uma espécie de “Programa Mais UPAS”.

Um dos apoios importantíssimo para a atenção básica, chega por meio da deputada federal Flávia Arruda, que irá destinar recursos de emendas no montante de R$ 12 milhões para a construção de seis novas unidades de Pronto Atendimento.

A iniciativa de Flávia foi aplaudida pelos moradores de Brazlândia, cidade em que a deputada fez questão de anunciar, ao lado do governador Ibaneis Rocha, no sábado passado, a sua disposição de ajudar na melhoria do atendimento médico do povo. Ela anunciou a destinação imediata  de R$2,5 milhões para a instalação de uma UPA na cidade.

“A saúde deve ser uma das áreas prioritárias na destinação de verbas. Conheço as dificuldades de quem precisa hoje de um serviço médico na região. É uma população que merece mais atenção e respeito. Meu compromisso é com o povo e ainda vamos fazer muito mais por todo o DF”, carimbou Flávia Arruda.

A medida, segundo ainda a deputada, é uma resposta para a comunidade, isto porque moradores chegaram a reunir mais de duas mil assinaturas pedindo a construção da UPA.

“É muito importante ouvirmos o que a população deseja, mas, acima de tudo, é importante assegurarmos a vida das pessoas”, declarou por sua vez o governador Ibaneis Rocha ao comemorar os investimentos na região.

O anúncio foi feito durante o evento “Sejus mais perto do cidadão” realizado em comemoração ao aniversário de Brazlândia.

“Desta forma, a população terá uma melhoria no acesso, um aumento da capacidade de atendimento do Sistema Único de Saúde”, sustentou Francisco Araújo.

A UPA 24hs oferece estrutura simplificada, com raio-X, eletrocardiografia, pediatria, laboratório de exames e leitos de observação.

Se necessário o paciente poderá ser encaminhado para um hospital da rede de saúde, para realização de procedimento de alta complexidade.

Quando procurar uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24hs)?

As UPAs funcionam 24 horas por dia, sete dias por semana, e podem atender grande parte das urgências e emergências.

Presta atendimento resolutivo e qualificado aos pacientes acometidos por quadros agudos ou agudizados de natureza clínica, e presta o primeiro atendimento aos casos de natureza cirúrgica e de trauma, estabilizando os pacientes e realizando a investigação diagnóstica inicial, de modo a definir a conduta necessária para cada caso, bem como garantir o referenciamento dos pacientes que necessitarem de atendimento.

Mantém pacientes em observação, por até 24 horas, para elucidação diagnóstica ou estabilização clínica, e encaminham aqueles que não tiveram suas queixas resolvidas com garantia da continuidade do cuidado para internação em serviços hospitalares de retaguarda, por meio da regulação do acesso assistencial.

Veja exemplos de quando você deve procurar uma UPA 24hs:

• Febre alta, acima de 39ºC;
• Fraturas e cortes com pouco sangramento;
• Infarto e derrame
• Queda com torsão e,dor intensa ou suspeita de fratura;
• Cólicas renais;
• Falta de ar intensa;
• Crises Convulsivas;
• Dores fortes no peito;
• Vômito constante.

Fonte: Radar DF

COMPARTILHAR
Artigo anteriorCâmara realiza sessão extraordinária na segunda-feira (24)
Próximo artigoPSL e PSOL são os partidos mais coesos na Câmara
Consultor em Marketing Político; especialista em pesquisa de opinião pública; editor do Portal Conectado ao Poder; escreve a coluna On´s e Off´s, de segunda a sexta, no Jornal Alô Brasília; apresenta o programa Conectado ao Poder, aos sábados, das 6h às 8h, na Rádio 104,1 Metrópoles FM. É presidente da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*

code