Greve Nacional dos Caminhoneiros coloca o Brasil em rota de Caos Social



Por Sandro Gianelli

Manifestação contra o aumento do combustível / Reprodução da internet
Manifestação contra o aumento do combustível / Reprodução da internet

Greve Geral

A greve nacional dos caminhoneiros literalmente parou o Brasil. Filas intermináveis em postos de gasolina. Postos fechados sem combustível. Alimentos e outros produtos em falta em diversos estabelecimentos comerciais. Alta nos preços dos produtos que estão em falta. Alimentos estragando e animais morrendo por falta de transporte. Esses são alguns dos fatos mais marcantes que estamos assistindo nos últimos dias.

Caos Social

O Caos Social começa a entrar em prática. Pessoas brigando nas filas. O jeitinho brasileiro, a corrupção do dia a dia, toma de conta daqueles que pensam apenas em si e tentam furar fila e tirar vantagem dos demais. Ambulâncias e viaturas da PM e dos Bombeiros paradas. Cidades vazia. Esse poderia ser o roteiro de um filme, mas é o Brasil de maio de 2018. Fato que entrará para a história e ainda não tem um final definido.

Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados / Reprodução da internet
Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados / Reprodução da internet

Mobilização da Câmara

A Câmara dos Deputados saiu na frente e foi um dos primeiros poderes a tomar alguma medida aprovando um projeto de lei que prevê a reoneração da folha de pagamento. Houve também a aprovação da emenda ao projeto que zera o PIS/Cofins sobre o diesel. Porém, o projeto ainda não foi analisado pelo Senado.

Alta nos preços

Uma das situações que mais chamaram a atenção foi a alta no preço das batatas. Em São Paulo, uma caixa de batatas chegou a custar R$ 500, o equivalente a R$25 por quilo. Antes da greve dos caminhoneiros o quilo chegava a ser encontrado a R$ 1,61.

10 bi de prejuízo

A paralisação e o bloqueio de caminhoneiros nas rodovias provocaram perdas de mais de R$ 10 bilhões de reais nos últimos dias. O governo propôs reduzir o preço do diesel e suspender ajustes diários e para isso terá que arcar com R$ 5 bilhões para cobrir a perda que a Petrobras terá.

Situação no DF

Sindicatos filiados e associados à Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Distrito Federal (Fecomércio-DF) realizaram um levantamento que detectou os principais segmentos afetados pela greve. O mais critico é o segmento de combustíveis, seguido por: atacado, distribuição de bebidas e comercialização de alimentos perecíveis.

Situação caótica

Os postos de combustíveis de Brasília chegaram ao índice de 97% dos estabelecimentos totalmente sem combustível para atender a população. O pior é que não há previsão de retomada da normalidade.

Suspensão

O Sindicato do Comércio Atacadista do DF (Sindiatacadista) informa que se nada mudar as operações do setor serão totalmente suspensas a partir de hoje (28). A entidade aponta que vários empresários do segmento não estão operando ou estão trabalhando com capacidade menor.

Sem alimentos

O Sindicato dos Supermercados do Distrito Federal (Sindsuper-DF) informou que os alimentos perecíveis, assim como frutas, verduras e legumes, já acabaram na maioria dos supermercados.

Audiência Pública

A Câmara Legislativa do Distrito Federal realizará uma Audiência Pública para debater a urgente necessidade de adoção de um registro compulsório de câncer e a regulamentação do prazo máximo de 30 dias para diagnóstico da doença na rede pública de saúde do DF. O evento acontecerá hoje (28), às 15h.

Implementação de políticas públicas

A audiência pública será presidida pelo deputado distrital Rafael Prudente (MDB) e terá a participação da Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (FEMAMA) e a ONG Recomeçar – Associação de Mulheres Mastectomizadas de Brasília.

 

* A Coluna é escrita por Sandro Gianelli e publicada de segunda a sexta no Portal Conectado ao Poder, no Jornal Alô Brasília e no Portal Alô Brasília.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorPodcast | Conectado ao Poder – 26/05/2018
Próximo artigoMinistério Público investiga nepotismo em Novo Gama
Consultor em Marketing Político; especialista em pesquisa de opinião pública; editor do Portal Conectado ao Poder; escreve a coluna On´s e Off´s, de segunda a sexta, no Jornal Alô Brasília; apresenta o programa Conectado ao Poder, aos sábados, das 6h às 8h, na Rádio 104,1 Metrópoles FM. É presidente da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*

code