Manzoni e Bia Kicis compartilham estratégias no lançamento do curso eleitoral “Na Direção Certa”

Nesta segunda-feira (20), os deputados Thiago Manzoni e Bia Kicis estiveram juntos na live de lançamento do curso “Na Direção Certa”, um conteúdo gratuito para candidatos a cargos eletivos. Eduardo Torres, ex-candidato a deputado distrital, e Rodrigo Marinho, CEO do Instituto Livre Mercado, também participaram da transmissão ao vivo.

No início da live, Thiago Manzoni falou da importância das eleições municipais de 2024 para o Brasil, cruciais para o pleito de 2026. O objetivo do curso “Na Direção Certa” é melhorar a política e apoiar bons candidatos conservadores de direita em todo o Brasil. Com base na experiência adquirida em duas campanhas eleitorais, o propósito do curso é contribuir com os candidatos de 2024 e 2026.

“Este é um método de campanha que eu acabei criando, um modelo que a tornasse viável. Eu tive uma candidatura com pouco dinheiro, de alguém que não tinha nome na política, nem parente político e ninguém para abrir um caminho”, revelou Manzoni.

A Deputada Federal Bia Kicis compartilhou que, na primeira vez que concorreu a um cargo político, ela não sabia como fazer campanha. Foi uma campanha muito modesta e barata, segundo a deputada.

“Desde 2014, eu fui uma das primeiras pessoas a se aproximar do então deputado Bolsonaro. Eu fazia parte da maior página de direita no Facebook e eu tinha uma militância também, um ativismo jurídico. Eu era procuradora do DF, fazia parte de um grupo chamado Foro de Brasília, que foi criado em contraposição ao Foro de São Paulo”, contou a Deputada.

Irmão da primeira-dama Michelle Bolsonaro, Eduardo Torres teve 16.990 votos na última eleição para deputado distrital. Torres parabenizou Manzoni pela iniciativa do curso e disse que o deputado é um grande exemplo em Brasília.

“Hoje a sua vitória nos faz ainda mais felizes, porque, de fato, você nos representa. Não foi apenas alguém que vestiu uma capa, fez de conta que era do time e, na hora que foi colocado em campo, começou a tentar fazer gol contra. Esperamos que mais pessoas como o Thiago Manzoni apareçam na Câmara Legislativa do DF, no Congresso Nacional e Brasil afora”, disse Torres.

Já Rodrigo Marinho contou que tinha dificuldade de pedir votos e dinheiro. Ele chegou a ser suplente por poucos votos e concluiu que, se tivesse mais ousadia no contato com os eleitores, teria ganho a eleição.

“Em 2016 eu perdi a vergonha de pedir voto, em 2018 perdi a vergonha de pedir dinheiro. Na terceira eleição, eu aprendi meu terceiro erro: não me preocupar com a formação de chapa previamente”, compartilhou Marinho.

O curso “Na Direção Certa” pode ser acessado no site do deputado Thiago Manzoni e estará disponível na modalidade gratuita até o dia 03/06.

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui