Má Gestão | Marina Silva diz que o governo Bolsonaro age de forma “equivocada” em relação ao meio ambiente

Um dia após a data em que se celebra o meio ambiente, no último domingo (6), o programa Conectado ao Poder, do jornalista Sandro Gianelli, na rádio Metrópoles, entrevistou a ex-ministra e ex-senadora Marina Silva (Rede). Ela criticou a política ambiental do governo Bolsonaro, marcada pelo crescimento do desmatamento.

Na abertura do programa dominical, Sandro Gianelli lembrou a importância do Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado no dia 5 de junho, e Marina Silva disse que “infelizmente não há o que se comemorar”. Para ela, o atual governo lida com o tema de forma “equivocada”.

Marina Silva apontou que a situação do Brasil aos olhos dos demais países, em especial, daqueles que defendem e praticam políticas de sustentabilidade, não é confortável.

A ex-ministra deu como exemplo a denúncia dos EUA que resultou na operação que investiga o envolvimento do atual ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles.

Segundo Marina, os norte-americanos querem devolver um carregamento de madeira que teve sua venda para fora do Brasil liberada sem autorização do Ibama, órgão que atua na fiscalização e normatização do setor.

Marina destacou que uma parte do setor do agronegócio está sentindo os efeitos desse tipo de prática e alerta para a necessidade de mudança.

“Há uma parte do agronegócio que não concorda com essas políticas. Até porque o Brasil é um país que pode fazer diferente. Nós podemos combinar o agronegócio com a proteção da floresta”, afirmou a ex-senadora ao mencionar que a Embrapa dispõe de soluções tecnológicas para tal.

Segundo Marina Silva, o crescimento dos índices de desmatamento está batendo recordes nunca antes registrados no Brasil. A ex-ministra frisou que durante sua gestão esses números estavam em total declínio e que do governo Dilma para cá a coisa desandou.

Fonte: Expressão Brasiliense

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui