Detran investe na internet para acabar com as filas

Projeto Detran Digital permite que o cidadão consiga resolver até 20 demandas sem precisar ser atendido pessoalmente

As filas, que desagradam o cidadão quando busca atendimento no Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF), estão com os dias contados. O Projeto Detran Digital, lançado nesta quinta-feira (6), pretende, a partir da próxima segunda (10), dinamizar o atendimento prestado pelo órgão.

Inicialmente, vinte serviços poderão ser resolvidos diretamente pelo portal ou aplicativo. Mas, até outubro, a promessa é que a população consiga resolver qualquer demanda de forma digital com rapidez e segurança.

Detran Digital, desenvolvido pela Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação do órgão, facilita o acesso do cidadão aos serviços da autarquia, pela internet. “É um marco para a cidade, porque transformaremos nossos balcões em canais digitais”, explicou o diretor da área, Fábio Souza.

De acordo com ele, o portal é de fácil acesso e, serviços que demandavam até seis horas em filas, serão resolvidos com apenas três cliques. “Estarão liberadas as consultas de débitos, emissão de boletos, pontuação da Carteira de Habilitação (CNH), ou seja, um histórico completo ao cidadão”, adiantou.

Todos, dos vinte primeiros serviços oferecidos pelo Detran Digital, poderão ser acessados pelo portal do órgão e também por celulares e tablets, tanto em sistema IOS quanto Android. A segurança dos dados foi garantida pelo diretor-geral do Detran-DF, Zélio Maia. “Estamos no mesmo patamar de segurança de grandes bancos para o uso de aplicativos para a movimentação financeira dos clientes”, frisou.

Ele explicou que, exatamente por essa questão, alguns serviços mais complexos, como compra e venda de veículos, por exemplo, só serão liberados na plataforma nos próximos meses. “São serviços que pedem uma segurança maior, onde usaremos a biometria e leitura facial para dar acesso ao cidadão”, adiantou.

Para o vice-governador Paco Britto, o Detran Digital está em sintonia com a determinação do governador Ibaneis Rocha para garantir serviços públicos de qualidade ao cidadão. “A ordem é trabalhar para o bem da população do Distrito Federal, com respostas rápidas e a prestação de um excelente serviço”, destacou. Ele reforçou a importância de garantir acesso a todos a solução das demandas da sociedade por meio da internet e reafirmou a intenção do governo em transformar Brasília na “Capital Digital”.

O diretor do Detran endossou o discurso lembrando que as inovações no órgão estão sustentadas sob três pilares: educação, humanização e inovação. “Não estamos falando em diminuir filas, mas em zerar filas”, garantiu Maia.

Os usuários do Detran Digital podem resolver, a partir de segunda-feira, sem precisar ir ao órgão: segunda via de CRV; acompanhamento de processo de habilitação como resultado de exame de direção; alteração de endereço; autoidentificação de infrator; autorização para estacionamentos em vagas para idosos; consulta de pontos, nada consta e restrições de CNH; consultas de débitos, nada consta, restrições e registro de propriedade de veículos; conversão de placa antiga para Mercosul; e solicitação de autuação em advertência – prevista no Código de Trânsito para motoristas que tenham tido apenas uma multa de trânsito em 12 meses.

Por Lívio di Araújo
Fonte: Agência Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui