Detran realiza 43 mil atendimentos presenciais em junho

Vistorias veiculares e transferência de propriedade foram os serviços mais demandados pela população

Desde que retomou o atendimento presencial, em 1º de junho, o Departamento de Trânsito do Distrito Federal já atendeu 43.213 pessoas para realizar serviços referentes a veículos e habilitação. Se considerarmos que o mês de junho teve apenas 20 dias úteis, 2.160 cidadãos, em média, foram atendidos nas unidades do Detran, por dia.

O diretor-geral do Detran, Zélio Maia, destaca a importância da reabertura do atendimento presencial ao cidadão por entender o impacto desses serviços na vida da população do Distrito Federal, mas sem descuidar das medidas de contenção da Covid-19 recomendadas pelas autoridades sanitárias. “Por isso, trabalhamos com 50% da capacidade de atendimento, mantendo servidores do grupo de risco em teletrabalho e fazendo os agendamentos com espaçamento maior entre os atendimentos, para que o usuário pudesse ser atendido sem filas ou aglomerações. Passado o primeiro mês, vamos agora ampliar a oferta dos serviços de forma segura para todos”.

Durante o mês de junho, os serviços mais demandados foram de vistoria, transferência de propriedade de veículos e registro de veículos 0 km. Em 20 dias de efetivo trabalho, 13.883 veículos foram vistoriados e 12.635 tiveram sua propriedade transferida. Além disso, o Departamento realizou 247 inspeções técnicas, registrou outros 6.216 veículos novos, coletou a biometria de 3.860 pessoas e renovou a Carteira Nacional de Habilitação de 986 condutores.

O serviço de protocolo também teve uma demanda expressiva, abrindo 4.016 processos, sendo 2.660 só pelo serviço de drive thru. Nos três depósitos de veículos apreendidos, foram recebidos 2.110 e-mails, mas nem todos resultaram na abertura de processos. Em alguns casos, o cidadão apenas solicitava informação, mas não iniciou o processo de liberação. No total, 466 veículos foram devolvidos aos seus proprietários e 145 tiveram as restrições retiradas do registro.

“Neste momento, todos precisamos agir com responsabilidade no enfrentamento à pandemia de Coronavírus e, para isso, a autarquia tem se reinventado a cada dia, buscando formas alternativas de atendimento remoto, seja por e-mail ou pelo portal de serviços, reduzindo significativamente a necessidade do cidadão se deslocar até os postos do Detran. Até o final de julho, lançaremos o aplicativo do Detran, que possibilitará ao cidadão o acesso a mais de 20 serviços na palma da mão”, explicou Zélio.

Demanda reprimida

Das 9.750 vistorias que já estavam agendadas antes da suspensão dos serviços, em 18 de março, 7.350 já foram realizadas e 2.400 ainda aguardam reagendamento pelo usuário. Para os próximos meses, 12.576 proprietários já agendaram vistoria para seus veículos.

Por Zélia Ferreira
Fonte: Detran DF

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui